Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Cultura

Arranjador revela: ‘Coloquei um monte de símbolo satânico em Pererê, de Ivete Sangalo’ 

Alfredo Moura confirmou ainda que é a voz irritante que fala “vai pererê” insistentemente na música

[Arranjador revela: ‘Coloquei um monte de símbolo satânico em Pererê, de Ivete Sangalo’ ]
Foto : Alexandre Galvão / Metropess

Por Alexandre Galvão no dia 01 de Novembro de 2019 ⋅ 19:20

Arranjador, compositor e maestro de grandes álbuns, Alfredo Moura afirmou, em entrevista à Rádio Metrópole, que fez uma brincadeira pra lá de satânica com Pererê, uma das músicas mais famosas de Ivete Sangalo, composta por Dom Chicla. 

“Eu levei 200 horas fazendo Pererê antes de entrar em estúdio. Minha mãe mandava eu parar: ‘eu não aguento mais’. Aí eu decidi que tinha que acabar. Comecei a pesquisar e tal, [consultar] Câmara Cascudo, folclore, número sete – que é conta de mentiroso –, idade média, símbolos satânicos. Aí eu pensei em encher de símbolos satânicos. Eu fiquei até com medo depois, mas enfim”, contou, ao risos. 

Moura confirmou ainda que é a voz irritante que fala “vai pererê” insistentemente na música. “Eu fiz com tanto ódio que não consigo repetir. Ivete ainda colocou essa gravação em todos os shows”, lembra.

Ouça a música abaixo: 

Notícias relacionadas