Cultura

'Fiquei sozinha lutando', lembra Sarajane sobre afastamento do Carnaval de Salvador

Cantora afirma que se afastou da folia diante das dificuldades que o axé music encontrava na época, sendo uma artista independente

['Fiquei sozinha lutando', lembra Sarajane sobre afastamento do Carnaval de Salvador]
Foto : Tácio Moreira/ Metropress

Por Juliana Almirante no dia 05 de Novembro de 2019 ⋅ 12:19

A cantora e compositora Sarajane recordou, em entrevista à Rádio Metrópole hoje (5), a sua saída e seu retorno ao Carnaval de Salvador. 

Ela afirma que se afastou da folia depois que se sentiu lutando sozinha diante das dificuldades que o axé music encontrava na época, sendo uma artista independente. 

"Foi uma época que o axé music passou por transição, Luiz Caldas tinha sumido também da mídia, como tantos outros. Fiquei sozinha lutando, praticamente. Os outros eram contratados de empresas, mas tudo veio a enxergar que o bom é a cordinha do caranguejo. Todos juntos", justificou.

A cantora, que se considera uma ativista do carnaval, afirma que naquele momento, haviam muitos artistas que acabavam ficando de fora da festa. 

"Eu parei um tempo do carnaval porque sempre fui ativista do carnaval para que fosse de participação popular. Nada contra os blocos, acho maravilhoso, mas tinha muito artista que estava fora do carnaval de Salvador e eu brigava", relembra. 

Ela afirma que acabou voltando aos trios, há cerca de quatro anos, depois de dez anos de afastamento. Para a cantora, o Carnaval de Salvador também se transformou e melhora a cada ano, com mais espaço sem cordas para o folião pipoca.

"Sou recebida com muito carinho e atenção. Toda luta que tive foi por um bem estar. Hoje existe esse respeito", diz. 

Notícias relacionadas

[Rapper baiano Baco Exu do Blues anuncia novo álbum]
Cultura

Rapper baiano Baco Exu do Blues anuncia novo álbum

Por Juliana Rodrigues no dia 18 de Novembro de 2019 ⋅ 17:34 em Cultura

Gravado em duas semanas, disco é definido pelo artista como um "bacanal de sentimentos" e tem participações de nomes como Ney Matogrosso, Duda Beat e Urias