METROPOLE

Domingo, 09 de maio de 2021

Cultura

Ancine proíbe servidores de assistirem filme brasileiro inscrito no Oscar

Setor administrativo vetou parte de processo de capacitação que exibiria "A Vida Invisível", de Karim Aïnouz

Ancine proíbe servidores de assistirem filme brasileiro inscrito no Oscar

Foto: Reprodução/IMDb

Por: Catarina Lopes no dia 09 de dezembro de 2019 às 17:23

A Secretaria de Gestão Interna da Ancine não autorizou a exibição do filme "A Vida Invisível", de Karim Aïnouz, para seus servidores, durante uma capacitação dos funcionários. O filme de Aïnouz foi o escolhido para representar o Brasil no Oscar 2020. Para ser indicado a uma das cinco vagas de melhor filme estrangeiro, a película compete com outras 93 produções.

Em condição de anonimato, servidores da Ancine disseram que a mostra estava prevista para essa quinta feira (12), na exibição mensal realizada pelos funcionários, seguida por debate com a presença de produtores. Esse evento faz parte de um processo de capacitação anual que os servidores são submetidos para progressão do cargo.

A Secretaria de Gestão Interna informou que o evento não poderia ser realizado pois o projetor da sala de exibição estava quebrado, mas o funcionário responsável pela manutenção do local disse aos servidores que não havia problema técnico com o aparelho. Uma das atrizes de "A Vida Invisível" é Fernanda Montenegro, que foi chamada de "podre" e "mentirosa" pelo atual secretário de Cultura, Roberto Alvim.

TV METRO

Entrevistas

Roberto Coelho

Em 07 de maio de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
Ancine proíbe servidores de assistirem filme brasileiro inscrito no Oscar - Metro 1