Cultura

'A câmera da TV Bahia usava mira pra me tirar da transmissão', diz Gerônimo sobre briga com emissora

Co-autor do jingle "ACM, Meu Amor", com Vevé Calazans, o artista ficou excluído da programação do canal por muitos anos

['A câmera da TV Bahia usava mira pra me tirar da transmissão', diz Gerônimo sobre briga com emissora]
Foto : Tácio Moreira / Metropress

Por James Martins no dia 25 de Janeiro de 2020 ⋅ 09:15

O cantor e compositor Gerônimo, co-autor do jingle "ACM, Meu Amor", um verdadeiro hino do seguimento, relembrou a briga que precisou encarar, contra a TV Bahia, por causa dos direitos autorais da música feita em parceria com Vevé Calazans.

Em entrevista ontem (24) ao Jornal da Cidade, da Rádio Metrópole, com Mário Kertész, o artista explicou: "Vevé entrou na briga. E eu, como parceiro dele tive que entrar também, né? Você, meu parceiro de música, quer brigar, e eu digo o que: 'não vou brigar não que eu tô com medo?'. Vambora, nós dois, a gente morre junto, entendeu?".

A música, lançada nas eleições para o governo da Bahia, em 1990, marcou para sempre a trajetória de Antônio Carlos Magalhães. O político e os artistas fizeram um acordo: enquanto ele fosse vivo, poderia usar a peça sem custos adicionais. Depois que ACM morreu, em 2007, a TV Bahia continuou usando o jingle e então os compositores cobraram seus direitos de autor. 

"Enquanto Vevé estava vivo, a gente tava brigando... Vevé morreu [em 2012]. Quando ele morreu, então todos os olhos se viraram contra mim... Eu lembro assim, a TV Bahia filmando Ivete, eu junto dela, e o cara fazendo uma mira pra me tirar (risos)", contou Gerônimo, para gargalhadas gerais. 

E prosseguiu: "E eu dizendo assim: 'Rapaz, não precisa me filmar não porque senão você vai perder o emprego" (mais risos).

A briga, porém, acabou em 2013, com vitória dos artistas. De acordo com reportagem da época, do jornal A Tarde, a emissora foi condenada a pagar R$ 50 mil de indenização por danos morais e a divulgar, durante três dias, que a dupla Gerônimo e Vevé é autora da peça.

"Eu declinei, tirei a causa contra [a TV Bahia], a minha parte e falei com meu advogado, Rodrigo Moraes, e ele entrou com um acordo com a outra parte, para beneficiar a viúva, né? Por que Vevé morreu...", finalizou o cantor.

Notícias relacionadas

[Nove bandas encerram último dia do Palco do Rock hoje]
CulturaCarnaval 2020

Nove bandas encerram último dia do Palco do Rock hoje

Por Juliana Almirante no dia 25 de Fevereiro de 2020 ⋅ 14:30 em Cultura

Este ano, o evento homenageia André Matos, cantor, compositor, maestro, produtor e pianista brasileiro, que morreu no ano passado