Cultura

Sem desfile tradicional, 2 de Julho terá programação online e cerimônia com autoridades

Segundo a Fundação Gregório de Mattos, atividades incluem lives, jogos interativos e a exibição de videoaulas e filmes nas redes sociais do órgão

[Sem desfile tradicional, 2 de Julho terá programação online e cerimônia com autoridades]
Foto : Raul Golinelli/GOVBA

Por Juliana Rodrigues no dia 01 de Julho de 2020 ⋅ 10:00

Devido à pandemia do coronavírus, as comemorações da Independência do Brasil na Bahia, que acontecem amanhã (2), serão realizadas de uma maneira diferente. O tradicional desfile, realizado há 197 anos, não será feito em 2020 para evitar aglomerações. A data terá programação online e hasteamento da bandeira apenas com a presença de autoridades.

Para estimular o isolamento social, o feriado de 2 de julho foi antecipado para o mês de maio. Ainda assim, a Fundação Gregório de Mattos, órgão vinculado à Secretaria de Cultura e Turismo de Salvador, preparou programação virtual para celebrar a data magna do Estado.

Segundo a FGM, de 2 a 7 de julho, acontecerão lives, jogos interativos e a exibição de videoaulas e filmes nas redes sociais do órgão. A cerimônia com as autoridades será no Largo da Lapinha, sem público.

Veja a programação:

2 de julho

  •     8h – Estreia do documentário "Dois de Julho – Um Sonho de Liberdade” | Fundação Gregório de Matos
  •     9h – Mesa redonda "Dois de Julho em Defesa da Ciência", coordenada pelo presidente da Academia de Ciências da Bahia, Jailson Andrade, com participação de ldeu de Castro Moreira SBPC; Luiz Davidovich (Academia Brasileira de Ciências); João Carlos Salles (Ufba e Andifes); Antônio Guedes Rangel Junior (Abruem) e Jadir José Pela (Conif) | Academia de Ciências da Bahia
  •     10h – Sessão em homenagem aos 120 anos da Fiocruz, com participação da diretora da entidade na Bahia, Marilda de Souza Gonçalves; Jailson Andrade (Academia de Ciências da Bahia); Antônio Carlos Vieira Lopes (Academia Bahiana de Medicina); Adélia Pinheiro (Secti) e Nisia Trindade Lima (Fundação Oswaldo Cruz) | Academia de Ciências da Bahia
  •     10h30 – Caminhada virtual com apresentação de fanfarra e participação de pesquisadores e educadores baianos, abordando temas como a independência e seus significados, legado e personagens. Mediação da jornalista Vânia Dias e participação do professor de Antropologia, Marlon Marcos (UNILAB), e o doutor e mestre em Memória, Linguagem e Sociedade, Ruy Medeiros (UESB) | Secretaria de Educação da Bahia
  •     14h a 17h – Mesas de debates sobre “Água e Desenvolvimento Sustentável”, “A Bahia e seu Papel na Década dos Oceanos”, “As Ciências Básicas”, “Os Desafios da Economia em Tempos de Covid-19 ”, “Redução das Desigualdades”, “Cultura e Arte”, além da conferência “Dois de Julho: o portal da Independência” | Academia de Ciências da Bahia
  •     18h – Apresentação de nove filarmônicas em live mediada por Felipe Dias e com participação do maestro Fred Dantas | Filarmônicas Unidas da Bahia | Fundação Gregório de Matos

3 de julho

  •     8h às 21h – Disponível para o público o filme “Dois de Julho: Guerra da Independência na Bahia | Fundação Gregório de Matos
  •     14h – Estreia da série "Mulheres da Independência" | Fundação Gregório de Matos
  •     18h – Cineclube Boca de Brasa com a roda de conversa sobre o filme “Sonho de Liberdade”, com participação do diretor Yuri Rosat, mediação de George Vladimir e alunos do Boca de Brasa | Fundação Gregório de Matos

4 de julho

5 de julho

6 de julho

7 de julho

  •     10h – Atividade "Brincando com o Dois de Julho" (jogos educativos) | Fundação Gregório de Matos
  •     16h – Bate-papo “Patrimônio É… A Independência do Brasil na Bahia”, que terá como convidados Antonietta D’Aguiar Nunes, Fábio Baldaia, Fred Dantas, Rita Barbosa e mediação de Edvard Passos | Fundação Gregório de Matos

Notícias relacionadas

[Atriz baiana Chica Xavier morre aos 88 anos]
Cultura

Atriz baiana Chica Xavier morre aos 88 anos

Por Danielle Campos no dia 08 de Agosto de 2020 ⋅ 13:00 em Cultura

Conhecida por novelas como "Sinhá Moça" e "Renascer", artista teve carreira de mais de 60 anos entre peças, filmes e papéis na TV

[Atriz Aurora Duarte morre aos 83 anos]
Cultura

Atriz Aurora Duarte morre aos 83 anos

Por Metro1 no dia 06 de Agosto de 2020 ⋅ 18:19 em Cultura

Aurora foi descoberta no Recife pelo diretor Alberto Cavalcanti, em 1952, que a escolheu como protagonista de seu filme O Canto do Mar