Cultura

Após protesto de Zé Miguel Wisnik e Tom Zé, Carla Zambelli exclui vídeo com música deles

O filme, que tinha como trilha sonora a composição "Xiquexique", exaltava a popularidade do presidente Bolsonaro no Nordeste

[Após protesto de Zé Miguel Wisnik e Tom Zé, Carla Zambelli exclui vídeo com música deles]
Foto : Divulgação

Por James Martins no dia 28 de Julho de 2020 ⋅ 11:21

A deputada Carla Zambelli (PSL-SP) utilizou, sem autorização, a música "Xiquexique", de Tom Zé e José Miguel Wisnik, como trilha sonora de um vídeo que exibe supostas ações de apoio ao presidente Jair Bolsonaro no Nordeste. Após protesto de Zé Miguel nas redes sociais, o filmete, que já tinha mais de 300 mil visualizações, foi retirado do ar.

"Trata-se de uma operação de construção de alavancagem da imagem de Jair no Nordeste que quer tomar carona na nossa composição", disse o autor, que garantiu falar também em nome de Tom Zé e do Grupo Corpo, para cujo espetáculo "Parabelo" a música foi composta. E completou: "Estamos tomando todas as providências jurídicas cabíveis para cercear essa apropriação repulsiva. Lembrado que o presidente tem o seu próprio sanfoneiro". 

Ao jornal O Globo, a assessoria da deputada disse entender que “a reprodução parcial da música” não desrespeita a Lei de Direitos Autorais. E citou o artigo 7º da legislação, que autoriza “a reprodução, em quaisquer obras, de pequenos trechos de obras preexistentes (…), sempre que a reprodução não seja o objetivo principal da obra nova (…) nem causa um prejuízo injustificado aos legítimos interesses dos autores”. 

Já Zambelli afirmou: “Da próxima vez não uso mais a música deles. Há diversos artistas que dariam tudo para serem lembrados e curtidos, em qualquer perspectiva. O que não faltará é conteúdo, uma pena a pequenez de pensamento".

Notícias relacionadas