Cultura

'Dei o primeiro beijo gay da TV e exijo que reconheçam isso', diz Lima Duarte

Segundo o ator, a cena em que contracenou com Cláudio Marzo foi ao ar na extinta TV Tupi, em 1963

['Dei o primeiro beijo gay da TV e exijo que reconheçam isso', diz Lima Duarte]
Foto : Divulgação

Por James Martins no dia 01 de Outubro de 2020 ⋅ 08:51

Lima Duarte reivindicou o pioneirismo em beijo gay na televisão brasileira. “Fui eu quem deu o primeiro beijo! E exijo que reconheçam isso", disse em entrevista ao colunista Fefito, do Uol. Segundo o ator, hoje com 90 anos, a cena aconteceu na peça "Panorama Visto da Ponte", de Arthur Miller, exibida pela extinta TV Tupi em 1963. 

"Hoje tem muito dessa conversa de homem beijando homem, de quando é que vai sair o beijo gay, o beijo homo. Sabe quem deu o primeiro beijo em um homem na televisão? Eu! Se passava tudo no cais do porto de Nova Iorque. Quem dirigiu foi a Wanda Kosmo. Mas era eu que fazia o ítalo-americano portuário, estivador que tinha uma filha de criação, que era Rita Cléos, uma atriz loirinha, bonitinha", contou. 

E prosseguiu: "A minha mulher era a Wanda Kosmo, que dirigia. Nós criamos aquela menina grande, e um dia ela aparece: ‘Ah, ela tem um noivo, namorado’. Eu quis saber quem é o sujeito! Aí ela traz eu e Cláudio Marzo… ‘É isso aí? Você está namorando isso aí é um veado! Você não vê que ele é veado? Quer ver como ele é veado?’ Pegava ele e dava um beijo violento. É uma grande cena! Um beijo na boca. Fica evidente que ele era apaixonado pela filha adotiva”.

Questionado sobre  repercussão à época, o ator garantiu que os espectadores absorveram com naturalidade. “Não, nem foi um escândalo, porque a cena era muito bem colocada! Era psicologicamente correto. Então, peguei e dei aquele beijo na boca. O Claudio era muito meu amiguinho”, finalizou.

Notícias relacionadas