METROPOLE

Quinta-feira, 13 de maio de 2021

Cultura

Produtores de festivais da Bahia cobram Secult sobre repasses e realização dos eventos em 2020

Em carta enviada à imprensa, organizadores de 15 eventos dizem estar à disposição da pasta para dialogar

Produtores de festivais da Bahia cobram Secult sobre repasses e realização dos eventos em 2020

Foto: Divulgação / Monique Feitosa / Labfoto

Por: Juliana Rodrigues no dia 02 de novembro de 2020 às 09:09

Os organizadores de 15 festivais culturais da Bahia reivindicam um posicionamento da Secretaria de Cultura do Estado (Secult) sobre a realização dos eventos em 2020. Em carta divulgada hoje (2) à imprensa, eles cobram os repasses financeiros devidos no âmbito do edital "Eventos Calendarizados" e denunciam atraso no pagamento de parcelas referentes a festivais realizados em 2019.

O documento é assinado pelos produtores dos seguintes eventos: Festival de Dança de Itacaré, Festival Internacional de Artistas de Rua, Festival Internacional da Sanfona, FILTEBAHIA – Festival Internacional Latino Americano de Teatro da Bahia, IC – Encontro de Artes, Panorama Internacional Coisa de Cinema, Projeto Cantoria de São Gabriel e Vivadança Festival Internacional. Segundo eles, há "imensos atrasos no repasse das parcelas, pouco diálogo por parte da Secult e alterações nas regras das prestações de contas, após a chegada de uma nova equipe na DAC (Diretoria de Controle) da Superintendência de Promoção Cultural da Secult".

Os proponentes dos projetos alegam ter insistido na comunicação com a Secult, sem sucesso, e reclamam do não-pagamento das parcelas no ano de 2020, em meio à pandemia. Ainda segundo os organizadores, a maioria dos eventos apresentou planos de trabalho para realização em formato virtual, mas não é possível levar o planejamento adiante sem previsão de liberação de recursos.

"Centenas de trabalhadores da cultura, que contam com esses festivais, se encontram em um estado de apreensão. O público baiano, acostumado com os eventos e festivais mencionados, aguarda por suas realizações em um ano em que a arte se revelou ainda mais importante do que nunca para que todos mantivessem o equilíbrio emocional", escrevem os produtores, ressaltando, ainda, que estão à disposição da Secult para solucionar todas as questões.

TV METRO

Comentários

Luiz Felipe Pondé

Em 12 de maio de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
Produtores de festivais da Bahia cobram Secult sobre repasses e realização dos eventos em 2020 - Metro 1