Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Economia

Líder do governo na Câmara diz que não haverá extensão do auxílio emergencial

Ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou na tarde da última segunda (23) que o governo não pretende prorrogar o benefício

[Líder do governo na Câmara diz que não haverá extensão do auxílio emergencial]
Foto : Michel Jesus/Câmara dos Deputados

Por Luciana Freire no dia 24 de Novembro de 2020 ⋅ 21:00

Após o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmar na tarde de ontem (23) que o governo não pretende prorrogar o auxílio emergencial, a questão ainda gera controvérsias na pasta, uma vez que o próprio ministro já tinha afirmado, no último dia 12, que se houver uma segunda onda da covid-19 a prorrogação seria "uma certeza".

No entanto, para o líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR), a questão já está decidida: "não haverá extensão do auxílio emergencial", disse ele à coluna Chico Alves do site Uol.

Segundo Barros, o motivo é simples: "não está previsto orçamento de guerra para 2021". Ou seja, o líder não cogita medidas que possam furar o teto de gastos.

Notícias relacionadas