Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Economia

Cancelamento de benefícios pagos indevidamente gera economia de R$ 4,5 bilhões

Controladoria-Geral da União rastreou 2,7 bilhões de fraudes no auxílio emergencial

[Cancelamento de benefícios pagos indevidamente gera economia de R$ 4,5 bilhões]
Foto : Divulgação/ Polícia Federal

Por Cristiele França no dia 06 de Fevereiro de 2021 ⋅ 13:35

Através do cruzamento de dados dos beneficiários do auxílio emergencial, a Controladoria-Geral da União (CGU) rastreou 2,7 bilhões de cadastros que não tinham direito ao recurso. O cancelamento de benefícios indevidos trouxe uma economia de R$ 4,5 bi aos cofres públicos.

De acordo com informações da CGU, além dessa investigação, a Controladoria realizou quase 50 operações destinadas à verificação de desvios de recursos no combate à covid-19, além da criação de um painel para verificação de preços dos insumos usados no combate ao coronavírus.

Notícias relacionadas