Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Economia

Endividamento das famílias bate recorde na pandemia, aponta Banco Central

Apesar da alta no endividamento, os números ainda não confirmam um quadro claro de aumento da inadimplência

[Endividamento das famílias bate recorde na pandemia, aponta Banco Central]
Foto : Marcello Casal Jr / Agência Brasil

Por Luciana Freire no dia 15 de Fevereiro de 2021 ⋅ 17:20

O endividamento das famílias bateu recorde no ano passado em meio à pandemia de Covid-19, segundo o Banco Central e dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Em novembro do ano passado, segundo o BC, o endividamento das famílias com os bancos atingiu 51% da renda acumulada nos doze meses anteriores. Todas as dívidas com os bancos entram no cálculo, incluindo crédito para a compra da casa própria.

Outro estudo, realizado pela CNC com base nos resultados mensais da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), também mostrou alta no endividamento das famílias no ano passado: uma alta de 2,8 pontos percentuais, em comparação com o ano anterior, chegando a 66,5%.

Apesar da alta no endividamento, os números ainda não confirmam um quadro claro de aumento da inadimplência. 

Notícias relacionadas