Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Economia

Auxílio emergencial foi pago indevidamente a 7,3 milhões de pessoas, aponta TCU

Segundo o TCU, os pagamentos com irregularidades foram causados pela falta de uma base de dados completa desde o início

[Auxílio emergencial foi pago indevidamente a 7,3 milhões de pessoas, aponta TCU ]
Foto : Divulgação

Por Luciana Freire no dia 03 de Março de 2021 ⋅ 16:20

O Tribunal de Contas da União (TCU) identificou que o auxílio emergencial foi recebido indevidamente por pelo menos 7,3 milhões de pessoas. O prejuízo com a fraude pode chegar a R$ 54 bilhões.

Segundo o TCU, os pagamentos com irregularidades foram causados pela falta de uma base de dados completa desde o início, o que não impediu o recebimento por militares e servidores de estados e municípios.

Os dados estão no Balanço da Fiscalização do Auxílio Emergencial.

Notícias relacionadas