Quinta-feira, 07 de julho de 2022

Economia

Economista diz que política fiscal do governo Bolsonaro, sem responsabilidade, contribui para inflação alta

Em abril, o país teve uma inflação de 1,06%; é o maior resultado para o mês desde 1996

Economista diz que política fiscal do governo Bolsonaro, sem responsabilidade, contribui para inflação alta

Foto: Reprodução/Radio Metrópole

Por: Rodrigo Daniel Silva no dia 12 de maio de 2022 às 09:17

O economista e professor do Instituto Brasileiro de Mercados e Capitais (Ibmec), Frederico Gomes, avalia que, se o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) tivesse uma política fiscal com "pouco mais de responsabilidade e pouco mais de cuidado", o Brasil não teria uma inflação tão alta.

Em abril, o país teve uma inflação de 1,06%. É o maior resultado para o mês desde 1996, quando foi de 1,26%. Já o resultado acumulado em 12 meses atingiu a marca de 12,13%.

"O (ministro da Economia, Paulo) Guedes e o restante governo não têm conseguido uma política fiscal de forma satisfatória. A política, no que se refere ao gasto público, não tem sido conduzida com a responsabilidade, com austeridade que deveria. Tem regras que não são respeitadas", analisou o economista, em entrevista à Rádio Metropole

Para ele, apenas o Banco Central tem atuado hoje para combater a alta inflação, e seria necessário que outras instituições do governo também atuassem neste sentido. Gomes ressaltou ainda que não haverá em "curto prazo" uma queda drástica da alta dos preços.

"E a gente tem como característica dessa inflação, que a gente vive, uma alta muito forte na alimentação, que é um item que participa com bastante peso na cesta de consumo das pessoas mais pobres", ressaltou.

Economista diz que política fiscal do governo Bolsonaro, sem responsabilidade, contribui para inflação alta - Metro 1