Economia

Consulta ao 3º lote do Imposto de Renda 2016 é liberado nesta segunda

A partir das 9h desta segunda-feira (8), a Receita Federal libera consultas ao terceiro lote de restituições do Imposto de Renda 2016. Lotes residuais, de quem caiu na malha fina, de 2008 a 2015 também serão liberados. O pagamento será feito na próxima segunda-feira (15), e os valores serão corrigidos em 4,38%. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/ Agência Brasil

Por Camila Tíssia no dia 08 de Agosto de 2016 ⋅ 06:52

A partir das 9h desta segunda-feira (8), a Receita Federal libera consultas ao terceiro lote de restituições do Imposto de Renda 2016. Lotes residuais, de quem caiu na malha fina, de 2008 a 2015 também serão liberados. O pagamento será feito na próxima segunda-feira (15), e os valores serão corrigidos em 4,38%.

De acordo com a Receita Federal, estão incluídos no lote 1.904.205 contribuintes, totalizando R$ 2,52 bilhões em restituições. O pagamento será feito para 1,95 milhão de pessoas neste mês, no valor de R$ 2,65 bilhões, considerando os lotes residuais (para quem caiu na malha fina, mas regularizou a situação com o Fisco).

"Desse total, R$ 191.606.241,72 referem-se ao quantitativo de contribuintes de que trata o Art. 69-A da Lei nº 9.784/99, sendo 36.977 contribuintes idosos e 4.379 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave", afirmou o órgão. A consulta pode ser feita pelo site da Receita.

Notícias relacionadas

[Caixa e BB iniciam pagamento de cotas do PIS/Pasep]
Economia

Caixa e BB iniciam pagamento de cotas do PIS/Pasep

Por Metro1 no dia 19 de Agosto de 2019 ⋅ 17:20 em Economia

Mais de 11 milhões de beneficiários terão acesso ao benefício, pago a quem trabalhou com carteira assinada entre 1971 e 4 de outubro de 1988

[PIS/Pasep é liberado para os nascidos em agosto]
Economia

PIS/Pasep é liberado para os nascidos em agosto

Por Juliana Rodrigues no dia 16 de Agosto de 2019 ⋅ 12:40 em Economia

No caso do PIS, valor total disponibilizado para os nascidos em agosto é de R$ 1,4 bilhão, para 1,6 milhão de beneficiários