Economia

Preço da gasolina e da energia elétrica vai ter mais uma alta em 2015

O Banco Central divulgou, nesta quinta-feira (6), a ata do Comitê de Política Monetária (Copom) realizada nos dias 28 e 29 de julho. O documento mostra mais aumento na expectativa dos preços do botijão de gás, da gasolina, e da energia elétrica.[Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação

Por Bárbara Gomes no dia 06 de Agosto de 2015 ⋅ 14:20

O Banco Central divulgou, nesta quinta-feira (6), a ata do Comitê de Política Monetária (Copom) realizada nos dias 28 e 29 de julho. O documento mostra mais aumento na expectativa dos preços do botijão de gás, da gasolina, e da energia elétrica. Com base no relatório, a conta de luz vai ficar 50,9% mais cara. Já a gasolina vai subir mais 9,2% e o preço do gás de bujão 4,6% mais caro. A previsão é que diminua apenas a tarifa de telefone fixo, com 3% a menos.

O comitê também apontou que os preços administrados por contratos do governo fiquem quase 15% mais caros neste ano. Para 2016 os preços devem subir 5,7%. O Copom afirma que o resultado sugere a permanência da inflação, refletindo nos valores de produtos de alimentação e bebidas.

Notícias relacionadas

[Bahia fecha 2,2 mil postos de trabalho em julho]
Economia

Bahia fecha 2,2 mil postos de trabalho em julho

Por Juliana Rodrigues no dia 23 de Agosto de 2019 ⋅ 14:00 em Economia

Setor agropecuário foi o principal responsável pelo resultado negativo, segundo dados divulgados pelo Ministério da Economia

[Brasil cria 43,8 mil vagas de emprego formal em julho]
Economia

Brasil cria 43,8 mil vagas de emprego formal em julho

Por Juliana Rodrigues no dia 23 de Agosto de 2019 ⋅ 13:40 em Economia

Dados divulgados hoje pelo Ministério da Economia mostram que o maior contingente de vagas foi gerado pelo setor de Construção Civil, que abriu 18.721 postos formais

[Caixa e BB iniciam pagamento de cotas do PIS/Pasep]
Economia

Caixa e BB iniciam pagamento de cotas do PIS/Pasep

Por Metro1 no dia 19 de Agosto de 2019 ⋅ 17:20 em Economia

Mais de 11 milhões de beneficiários terão acesso ao benefício, pago a quem trabalhou com carteira assinada entre 1971 e 4 de outubro de 1988

[PIS/Pasep é liberado para os nascidos em agosto]
Economia

PIS/Pasep é liberado para os nascidos em agosto

Por Juliana Rodrigues no dia 16 de Agosto de 2019 ⋅ 12:40 em Economia

No caso do PIS, valor total disponibilizado para os nascidos em agosto é de R$ 1,4 bilhão, para 1,6 milhão de beneficiários