Economia

JBS não vai mais vender ações de filial nos EUA

Segundo comunicado enviado à Securities and Exchange Commission (SEC), o órgão regular dos mercados norte-americanos, nesta segunda-feira (16), o Grupo JBS desistiu dos planos para listar a sua subsidiária JBS Foods International na bolsa de Nova York. [Leia mais...] No mês de agosto, o então presidente da JBS, Wesley Batista, já tinha adiado os planos de realização do IPO para o final de 2018. Wesley Batista está preso desde o dia 13 de setembro em razão da investigação de uso de informação privilegiada para lucrar no mercado financeiro..

[JBS não vai mais vender ações de filial nos EUA]
Foto : Agência Brasil

Por Matheus Morais no dia 16 de Outubro de 2017 ⋅ 12:35

Segundo comunicado enviado à Securities and Exchange Commission (SEC), o órgão regular dos mercados norte-americanos, nesta segunda-feira (16), o Grupo JBS desistiu dos planos para listar a sua subsidiária JBS Foods International na bolsa de Nova York.

A JBS está envolvida em um grande escândalo de corrupção, disse que desistiu no momento do pedido para uma oferta inicial de ações (IPO), que tinha sido apresentado em dezembro de 2016.

No mês de agosto, o então presidente da JBS, Wesley Batista, já tinha adiado os planos de realização do IPO para o final de 2018. Wesley Batista está preso desde o dia 13 de setembro em razão da investigação de uso de informação privilegiada para lucrar no mercado financeiro.

Com a prisão de Wesley, quem assumiu o comando da JBS foi José Batista Sobrinho, fundador da JBS e pai de Wesley e Joesley Batista.
As delações premiadas dos irmãos Batista e de outros ex-executivos da JBS e da holding controladora J&F Investimentos forçaram a processadora de carne a anunciar um programa de venda de ativos para levantar R$ 6 bilhões e a renegociar dívidas com bancos.

Notícias relacionadas