Economia

Recursos da 'Minha Casa Minha Vida' só duram até junho, diz ministro

O ministro ainda afirmou que a pasta precisa um limite orçamentário maior

[Recursos da 'Minha Casa Minha Vida' só duram até junho, diz ministro]
Foto : Marcos Corrêa / PR

Por Kamille Martinho no dia 24 de Abril de 2019 ⋅ 14:40

O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, afirmou hoje (24) que a pasta só possui recursos para arcar com o programa Minha Casa Minha Vida até junho.

O ministro disse que a pasta precisa um limite orçamentário maior e pediu que os deputados ajudassem votando pela aprovação da reforma da Previdência, porque ela melhoraria o ambiente econômico.

De acordo com Canuto, a pasta teve um aporte de R$ 800 milhões neste ano para garantir a execução do programa em abril, maio e junho - já havia recebido R$ 900 milhões para as contratações feitas até novembro de 2018. O ministro disse ainda que a pasta precisa de um aporte de R$ 1,5 bilhão para garantir o funcionamento do MCMV até o fim do ano.

Notícias relacionadas

[Copom mantém taxa de juros Selic em em 2% ao ano]
Economia

Copom mantém taxa de juros Selic em em 2% ao ano

Por Luciana Freire no dia 16 de Setembro de 2020 ⋅ 19:00 em Economia

Decisão interrompe um ciclo de cortes dos juros que vem desde julho do ano passado; em 2% ao ano, o juro básico já está na mínima histórica