Economia

Número de brasileiros que fazem trabalho sem remuneração cresce em 10,2 milhões, aponta IBGE

Os afazeres domésticos constituem o trabalho não remunerado realizado pelo maior contingente de pessoas no país

[Número de brasileiros que fazem trabalho sem remuneração cresce em 10,2 milhões, aponta IBGE]
Foto : Reprodução

Por Kamille Martinho no dia 26 de Abril de 2019 ⋅ 16:20

Uma pesquisa divulgada hoje (26) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revela que o número de pessoas dedicadas ao trabalho não remunerado no país, cresceu.

Segundo a pesquisa, em 2018 quase 149 milhões de brasileiros realizavam pelo menos um tipo de trabalho não remunerado, 10,2 milhões a mais que em 2016 (um aumento de 7,35% no período). 

Os afazeres domésticos constituem o trabalho não remunerado realizado pelo maior contingente de pessoas no país. Em 2018, cerca de 145,1 milhões de brasileiros realizam alguma atividade doméstica, seja no próprio domicílio ou na casa de parentes.  

O IBGE considera como afazeres domésticos:

  • Preparar ou servir alimentos, arrumar a mesa ou lavar louça
  • Fazer pequenos reparos ou manutenção do domicílio, do automóvel ou eletrodomésticos
  • Cuidar da organização do domicílio (pagar contas, contratar serviços, orientar empregados, etc.)
  • Cuidar da limpeza ou manutenção de roupas e sapatos
  • Limpar ou arrumar o domicílio, a garagem, o quintal ou o jardim
  • Fazer compras ou pesquisar preços de bens para o domicílio
  • Cuidar de animais domésticos

Notícias relacionadas