Economia

Bolsa fecha acima dos 100 mil pontos pela primeira vez na história

Com isso, o dólar comercial caiu 0,25% e foi vendido a R$ 3,85

[Bolsa fecha acima dos 100 mil pontos pela primeira vez na história]
Foto : Diego Padgurschi/Folhapress

Por Aline Reis no dia 20 de Junho de 2019 ⋅ 07:30


De olho nas decisões sobre as taxas básicas de juros dos Estados Unidos e do Brasil, a Bolsa de Valores rompeu a barreira dos 100 mil pontos, e o dólar fechou no menor valor em dois meses. O índice Ibovespa, da B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), encerrou o dia com alta de 0,9%, aos 100.303 pontos. Este é o maior nível da história.

Considerando a inflação, a Bolsa ainda está longe do nível registrado em 2008. No mercado de câmbio, o dólar comercial caiu 0,25% e foi vendido a R$ 3,85. Em queda pelo segundo dia seguido, a divisa chegou ao no menor valor desde 10 de abril (R$ 3,824). 

O Banco Central dos Estados Unidos – manteve os juros da maior economia do planeta entre 2,25% e 2,5% ao ano. A instituição, no entanto, indicou que pode cortar a taxa ainda este ano. Juros mais baixos em economias avançadas aumentam o fluxo de capitais para países emergentes, como o Brasil, pressionando para baixo a cotação do dólar e estimulando investimentos no mercado de ações.

Notícias relacionadas

[Mercado reduz estimativa do PIB para 0,81%, diz BC]
Economia

Mercado reduz estimativa do PIB para 0,81%, diz BC

Por Juliana Almirante no dia 15 de Julho de 2019 ⋅ 11:40 em Economia

Já a estimativa de inflação, calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), subiu de 3,80% para 3,82% este ano