Economia

Diretor-geral da OMC, Roberto Azevêdo, anuncia que deixará cargo em agosto

Ele assumiu o cargo de diretor-geral da OMC em 2013 e está em seu segundo mandato; diretor afirma que a decisão foi pessoal e não envolve questões de saúde ou políticas

[Diretor-geral da OMC, Roberto Azevêdo, anuncia que deixará cargo em agosto]
Foto : Antônio Cruz/Agência Brasil

Por Luciana Freire no dia 14 de Maio de 2020 ⋅ 15:40

O chefe da Organização Mundial do Comércio (OMC), Roberto Azevêdo, anunciou hoje (14) que deixará o seu cargo na organização no próximo dia 31 de agosto. Ele assumiu o cargo de diretor-geral da OMC em 2013 e está em seu segundo mandato. A informação foi divulgada pelo G1.

"Em agosto, completarei sete anos como diretor-geral da OMC. E decidi que deixarei o cargo em 31 de agosto, encerrando meu segundo mandato exatamente um ano antes do previsto", disse Azevêdo.

O diretor afirma que a decisão foi pessoal e não envolve questões de saúde e nem motivações políticas.

"Entre o isolamento e minha recente cirurgia no joelho, tive mais tempo do que o habitual para refletir. E cheguei a essa decisão somente após longas discussões com minha família - minha esposa aqui em Genebra, minhas filhas e minha mãe em Brasília. É uma decisão pessoal - uma decisão familiar - e estou convencido de que esta decisão serve os melhores interesses desta Organização", afirmou Azevêdo. "Eu também quero ser claro sobre o que não é: não está relacionado à saúde (graças a Deus). Também não estou buscando oportunidades políticas".

Notícias relacionadas