Economia

É 'impossível' atender toda a demanda por crédito na pandemia, diz presidente do Banco do Brasil

Novaes voltou a defender a privatização da instituição; ele afirmou que a ideia é transformar o BB em uma grande "corporation", com o controle pulverizado

[É 'impossível' atender toda a demanda por crédito na pandemia, diz presidente do Banco do Brasil]
Foto : Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Luciana Freire no dia 08 de Junho de 2020 ⋅ 15:00

O presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, disse hoje (8) que é impossível suprir o aumento da demanda das empresas por crédito durante a pandemia do novo coronavírus.

“O aumento que houve da demanda por crédito neste momento foi brutal. É impossível atender a toda essa demanda. Não há programa de governo que vá resolver isso”,  disse Novaes, ao participar de uma audiência pública, nesta manhã, promovida pela Comissão Mista de Acompanhamento das Medidas de Combate à Covid-19 do Congresso.

Novaes voltou a defender a privatização da instituição. Ele afirmou que a ideia é transformar o BB em uma grande "corporation", com o controle pulverizado, por meio da venda de ações a um número maior de sócios, e a participação do governo. A informação foi divulgada pelo jornal O Globo.

"As pessoas imaginam que o Banco do Brasil seria comprado por um grande banco estrangeiro, ou pelo Itaú ou o Bradesco, por exemplo. Não é nada disso o que está se imaginando. O BB já tem 50% de suas ações em mãos privadas. É só vender mais um pouco e vira uma instituição privada. É só fazer do banco uma corporation com muitos sócios." afirmou.

Notícias relacionadas