Economia

China pede que exportador de alimento declare que produto está livre de coronavírus

Brasil é um importante parceiro comercial da China e pode ser afetado pela medida

[China pede que exportador de alimento declare que produto está livre de coronavírus]
Foto : Tânia Rego/Agência Brasil

Por Luciana Freire no dia 19 de Junho de 2020 ⋅ 16:00

A autoridade aduaneira da China solicitou que os exportadores de alimentos ao país assinem uma declaração de que seus produtos não estão contaminados pelo novo coronavírus. A informação é de três fontes que receberam uma carta hoje (19), e foi divulgada pelo jornal O Globo. O Brasil é um importante parceiro comercial da China e pode ser afetado pela medida.

Um importador de carne afirmou a reportagem da agência de notícias Reuters que a medida pode ser um esforço da China para reduzir os testes realizados em alimentos importados na última semana e responsabilizar os exportadores por garantir a segurança de seus produtos.

Segundo dados do Ministério da Economia, a China representou 28% das exportações do Brasil em 2019, mais que o dobro da fatia dos Estados Unidos, segundo principal destino do comércio exterior do país, com 13%.

Notícias relacionadas