Sábado, 31 de julho de 2021

Esportes

Já classificado, Tite troca camisa 1 contra Colômbia

Goleiro Weverton deve ser o goleiro titular contra a seleção colombiana, nesta quarta-feira (23), às 21h (de Brasília)

Já classificado, Tite troca camisa 1 contra Colômbia

Foto: Lucas Figueiredo / CBF

Por: Augusto Romeo no dia 23 de junho de 2021 às 10:26

O Brasil vai enfrentar a Colômbia, nesta quarta-feira (23), no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, às 21h. A seleção canarinha vai para esta 4ª e penúltima rodada da fase incial da Copa América tentando se manter líder do Grupo B. Sendo cinco times em cada grupo, cada seleção folga em uma rodada. Mesmo sem ter jogado a rodada anterior, o Brasil se classificou para as quartas-de-final do torneio após o empate em 2 a 2 entre Venezuela e Equador.

A Seleção terá novidades na escalação, mas elas são mantidas em sigilo por Tite. O técnico da seleção fechou não quis revelar as mudanças do Brasil durante coletiva. A única alteração anunciada é a entrada do goleiro Weverton, dando continuidade ao rodízio na meta da Seleção. Poupados na última partida, o zagueiro Marquinhos e o volante Casemiro podem retomar a titularidade.

Em seu jogo anterior, o Brasil goleou o Peru por 4 a 0, vencendo facilmente. Neymar foi um dos que balançou as redes na partida, assim como Alex Sandro, Richarlison e Éverton Ribeiro, que anotou seu primeiro gol com a camisa amarelinha. O craque do Brasil e do PSG marcou 68 gols em 107 jogos pela seleção e agora busca o recorde de Pelé, que tem 77 tentos em 92 ocasiões.

O Brasil lidera o Grupo B da Copa América, mesmo com jogos a menos, e com 6 pontos: duas vitórias em dois jogos. Atrás da seleção canarinho, está justamente o adversário no próximo jogo, a Colômbia. Los Cafeteros, como são chamados, tem 1 vitória, 1 empate e 1 derrota, somando 4 pontos nessas três partidas. Apenas o triunfo interessa a seleção colombiana se os comandados de Reinado Rueda quiserem sonhar com a liderança do grupo. James Rodriguez, estrela colombiana da Copa do Mundo de 2014, não foi convocado nem para as Eliminatórias da Copa do Mundo nem para a própria Copa América por “não estar no nível ideal de competição”.

Já classificado, Tite troca camisa 1 contra Colômbia - Metro 1