Esportes

Depois de críticas, zagueiro Lucas Fonseca pode retornar para o Bahia

Diante da busca por novos jogadores, o comando tricolor já fez contato para tentar o retorno do zagueiro, mas a contratação depende de Lucas conseguir rescindir com o Tianjin Teda, atual clube chinês que ele defende. De acordo com informações obtidas pela Metrópole, a situação está sendo resolvida pelo jogador. [Leia mais...]

[Depois de críticas, zagueiro Lucas Fonseca pode retornar para o Bahia]
Foto :Felipe Oliveira / Divulgação EC Bahia

Por Camila Tíssia e Pedro Sento Sé no dia 23 de Janeiro de 2016 ⋅ 08:31

O clima entre o zagueiro Lucas Fonseca e o Esporte Clube Bahia não era muito bom quando o próprio jogador pediu rescisão de contrato, em janeiro de 2015. Quase um ano depois, o atleta pode voltar a fazer parte do elenco tricolor. Diante da busca por novos jogadores, o comando tricolor já fez contato para tentar o retorno do zagueiro, mas a contratação depende de Lucas conseguir rescindir com o Tianjin Teda, atual clube chinês que ele defende. De acordo com informações obtidas pela Metrópole, a situação está sendo resolvida pelo jogador.

Em entrevista ao Programa do Esquadrão, nessa sexta-feira (22), o presidente Marcelo Sant’Ana chegou a afirmar, sem revelar o nome, que o Bahia já tem um zagueiro engatilhado, mas depende apenas da burocracia. "O atleta assinou um pré-acordo com o Bahia. Tem a rescisão do clube onde está, mas tem questão de débito, acerto financeiro", falou. 

Lucas Fonseca defendeu o clube entre 2012 e 2014 e em novembro do ano retrasado, em entrevista à TV Band, o zagueiro chegou a fazer críticas à diretoria do Bahia, que na época tinha como presidente Fernando Schmidt. 

Alegando problemas pessoais, o jogador pediu a rescisão e logo depois foi anunciado no clube chinês, no começo de 2015. Na época, recém-eleito, o presidente Marcelo Sant’Ana chegou a comentar a situação através do twitter. “Nunca mais pretendo conviver com Lucas Fonseca. Foi traíra com o Bahia”.

Recentemente o zagueiro publicou um texto nas redes sociais admitindo que a forma como deixou o Bahia não foi a mais correta. “Fui orientado a fazer e falar algumas coisas que podem parecer trairagem, mas era desespero de alguém que foi por muito tempo machucado. Fazendo um exame de consciência e mais maduro, admito que não teria falado ou feito algumas coisas da forma como saíram, mas é difícil julgar agora”, escreveu.

Depois disso, o posicionamento de Sant’Ana mudou. “Lucas agora sim teve atitude de homem. É isso que o Bahia quer: postura. Estressa, machuca, mas vale a pena. Eu também erro”, comentou mais uma vez em sua rede social. 

 

Notícias relacionadas