Domingo, 03 de julho de 2022

Esportes

Federação internacional de natação barra participação de mulheres trans em competições oficiais

Apenas meninas trans que completem processo de transição até os 12 anos poderão competir

Federação internacional de natação barra participação de mulheres trans em competições oficiais

Foto: Getty

Por: Metro1 no dia 21 de junho de 2022 às 11:44

Por uma decisão da Federação Internacional de Natação (Fina), mulheres trans tiveram sua participação restrita em competições oficiais do esporte. A regra, que entrou em vigor nesta segunda-feira e foi anunciada pela federação, barra de competições internacionais femininas pessoas transgêneros que passaram pela puberdade masculina, ou seja, apenas mulheres trans que completaram sua transição até os 12 anos de idade podem competir.

O argumento utilizado pela Fina é de que o limite de idade para concluir a transição de gênero é necessário para garantir que mulheres trans não tenham vantagem por passar pela puberdade masculina, A Associação Mundial para Saúde de Transgêneros, no entanto, recomenda 14 anos como idade mínima para esse processo de transição. 

Na prática, a nova regra da Fina barra praticamente todas as mulheres trans das principais competições da natação, incluindo as Olimpíadas. A mudança de política atinge especificamente a americana Lia Thomas, nadadora trans que disputa competições universitárias e que tinha planos para tentar uma vaga nos Jogos Olímpicos de Paris 2024. 
 

Federação internacional de natação barra participação de mulheres trans em competições oficiais - Metro 1