Esportes

Àvine diz que infiltrações no joelho o levaram três vezes para cirurgia

“Sentia incômodos no joelho, mas fazia infiltrações para seguir jogando. Continuava jogando e tirando água do joelho até que chegou um momento que não aguentei mais. Doía demais, até que não suportei", relembra. [Leia mais...]

[Àvine diz que infiltrações no joelho o levaram três vezes para cirurgia]
Foto : Divulgação / Bahia

Por Pedro Sento Sé no dia 04 de Março de 2016 ⋅ 09:39

Durante o programa Papo com Tillé, com Antônio Tillemont, na Rádio Metrópole, ávine relembrou a lesão no joelho esquerdo e a primeira cirurgia, realizada em 2012. De lá para ca foram realizadas um total de três cirurgias que o deixaram afastado dos gramados por mais de três temporadas.

“Sentia incômodos no joelho, mas fazia infiltrações para seguir jogando. Continuava jogando e tirando água do joelho até que chegou um momento que não aguentei mais. Doía demais, até que não suportei e fiz a cirurgia com o Dr. Fábio Costa”, explicou.

Ávine então afirmou que depois desta primeira cirurgia, durante a recuperação, ele sentiu dores e o joelho chegou a travar. Foi neste momento que o jogador disse ter começado a suspeitar de erro médico. “Fiz uma ressonância quando voltei das férias e um outro médico, Dr. Sérgio Passos, mostrou que havia ficado um pedaço lesionado do menisco dentro do meu joelho. Ai fiz a segunda cirurgia”, disse. 

Só que foi necessário mais uma cirurgia. “Anderson Barros [então diretor de futebol do Bahia] teve a ideia de me mandar para São Paulo para ser operado pelo Dr. Moisés Cohen e ai sim conseguir recuperar”, afirmou. O jogador chegou a ficar seis meses na capital paulista se recuperando da cirurgia. 

Notícias relacionadas

[Bahia anuncia Lucca e Ronaldo ]
Esportes

Bahia anuncia Lucca e Ronaldo 

Por Alexandre Galvão no dia 19 de Julho de 2019 ⋅ 11:44 em Esportes

Lucca teve sua apresentação "adiantada" no dia 15 de julho e republicada hoje