Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Sábado, 20 de abril de 2024

Home

/

Notícias

/

Esportes

/

Daniel Alves é condenado a 4 anos e seis meses por agressão sexual

Esportes

Daniel Alves é condenado a 4 anos e seis meses por agressão sexual

Caso aconteceu no dia 20 de dezembro de 2022 no banheiro de uma boate em Barcelona

Daniel Alves é condenado a 4 anos e seis meses por agressão sexual

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Por: Metro1 no dia 22 de fevereiro de 2024 às 06:52

O ex-jogador Daniel Alves foi condenado a quatro anos e seis meses de prisão por ter estuprado uma jovem de 23 anos no banheiro de uma boate em Barcelona. Além da pena ele também terá um período de cinco anos em liberdade vigiada, que será cumprido após o cumprimento da sua pena. Os 13 meses em que estava preso preventivamente aguardando o julgamento serão descontados do tempo decidido pela juiza. Ainda há possibilidade de recurso.

A decisão divulgada nesta quinta-feira (22) ainda aponta que Daniel deverá  se manter afastado da casa ou do local de trabalho da jovem que denunciou o abuso por ao menos um  quilômetro. Ele ainda terá que pagar uma indenização de 150 mil euros (R$ 805 mil) por danos morais e físicos além de arcar com as custas do processo.

Para o tribunal, ficou provado que  “o acusado agarrou abruptamente a denunciante, a jogou no chão e, a impedindo de se mexer, a penetrou pela vagina, apesar de a denunciante ter dito que não, que queria ir embora”. O documento ainda aponta que "essa condição cumpre o tipo de ausência de consentimento, com uso de violência e com acesso carnal".

O caso aconteceu no dia 30 de dezembro de 2022 e o ex-jogador foi detido no dia 20 de janeiro do ano seguinte ao comparecer para um depoimento. Na época, Daniel atuava no Pumas, time do México. Após a prisão, o clube anunciou a rescisão do contrato. Desde então o jogador apresentou diversas versões do que teria acontecido na noite.