Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Quinta-feira, 18 de julho de 2024

Home

/

Notícias

/

Esportes

/

Ministério do Esporte repudia injúria racial contra jogadora do Bahia

Esportes

Ministério do Esporte repudia injúria racial contra jogadora do Bahia

Suelen Santos foi chamada de "macaca" durante jogo no estádio de Pituaçu nesta segunda-feira (8)

Ministério do Esporte repudia injúria racial contra jogadora do Bahia

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Por: Metro1 no dia 10 de julho de 2024 às 11:27

Atualizado: no dia 10 de julho de 2024 às 11:42

O Ministério do Esporte repudiu o episódio de injúria racial ocorrido contra a atleta Suelen Santos, zagueira do time de futebol do Bahia, após a partida realizada no estádio de Pituaçu, em Salvador, contra o JC Futebol Clube. Em nota divulgada nesta terça-feira (9), o órgão classificou o ato como "inadmissível".

"O esporte é uma poderosa ferramenta de inclusão, igualdade e respeito. Qualquer ato que vá contra esses valores deve ser veementemente condenado. A conduta racista relatada por Suelen é inaceitável e vai contra os princípios que o esporte e a nossa sociedade devem promover", disse a pasta. 

O Ministério do Esporte ainda relembrou que em 2023 o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sancionou a lei que equipara injúria racial ao crime de racismo, que gerou o aumento da pena para dois a cinco anos de prisão.

O caso aconteceu na última segunda-feira (8), durante uma confusão no Estádio de Pituaçu. O treinador do JC Futebol Clube, Hugo Duarte teria chamado Suelen Santos de "macaca". A Polícia Militar foi acionada e uma equipe do BEPE fez a prisão em flagrante do técnico português. Ele irá passar por uma audiência de custódia nesta quarta-feira (10).