Esportes

Presidente do Vitória afirma que Mancini seguirá no clube mesmo após vaias

O presidente do Vitória, Raimundo Viana, foi entrevistado neste domingo (14) pela Rádio Metrópole após o empate diante com o Santa Cruz em 2 a 2, no Barradão. O cartola comentou os atuais resultados da equipe e afastou a possibilidade do técnico Vagner Mancini ser demitido.[Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Felipe Oliveira/Divulgação/Flickr

Por Matheus Simoni no dia 14 de Agosto de 2016 ⋅ 18:42

O presidente do Vitória, Raimundo Viana, foi entrevistado neste domingo (14) pela Rádio Metrópole após o empate diante com o Santa Cruz em 2 a 2, no Barradão. O cartola comentou os atuais resultados da equipe e afastou a possibilidade do técnico Vagner Mancini ser demitido.

"Você acha que eu tô satisfeito? Claro que não. Gostaria que estivesse na parte de cima da tabela, na 7ª, 8ª, 9ª ou 10ª posição. A gente pensa que vai ganhar todas, mas não ganha. Isso não é Série D, não é campeonato regional. 'Fora Mancini' por que? Não há culpa de ninguém. Culpa de quem? Não foi ele que não fez o gol. Não podemos perder a cabeça em razão desse resultado e botar a culpa em A ou B", disse o dirigente. Após o apito final, Mancini foi vaiado e chamado de burro por parte dos torcedores que compareceram ao estádio.

Notícias relacionadas