Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Esportes

COB decide recompensar medalhistas olímpicos brasileiros com R$ 35,5 mil

O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) decidiu que, a cada medalha olímpica ganha por um atleta do país, seja de ouro, prata ou bronze, o esportista receberá cerca de US$ 11 mil – valor equivalente a R$ 35,5 mil. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação/SSP

Por Laura Lorenzo no dia 19 de Agosto de 2016 ⋅ 20:11

O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) decidiu que, a cada medalha olímpica ganha por um atleta do país, seja de ouro, prata ou bronze, o esportista receberá cerca de US$ 11 mil –  valor equivalente a R$ 35,5 mil. O baiano Isaquias Queiroz, atleta da canoagem, ganhou mais que todos os outros competidores. Somando a medalha de bronze e de prata que conquistou, o canoísta recebeu um total de R$ 71 mil.

E ele ainda pode ganhar mais uma na disputa deste sábado (20), na categoria C2 1000m, com o parceiro Erlon Silva. Eles são a atual dupla campeã mundial na modalidade. Caso ele ganhe também essa medalha, Isaquias vai adicionar  à sua quantia o valor de R$ 17,7 mil, pois as conquistas em equipe são divididas pelos atletas. O COB declarou que tem a esperança de colocar o Brasil entre os dez melhores países nas Olimpíadas, e que o dinheiro vem de patrocinadores.

Segundo reportagem da emissora britânica BBC, Cingapura é o país que oferece o maior valor: US$ 753 mil por uma medalha de ouro, seguidos pelos italianos (US$ 165 mil por medalha), franceses (US$ 66 mil) e americanos (US$ 25 mil).

Notícias relacionadas

[Flamengo é campeão brasileiro de 2020]
Esportes

Flamengo é campeão brasileiro de 2020

Por Matheus Simoni no dia 25 de Fevereiro de 2021 ⋅ 23:38 em Esportes

Time carioca disputou até o último minuto com o Internacional, que ficou distante do título por apenas um gol