Esportes

Argel pede que Vitória tenha 'pé no chão' contra o River-PI: 'Não ganhamos nada'

O técnico Argel Fucks comentou o desempenho do Vitória diante do River-PI nesta quarta-feira (29), quando o rubro-negro enfrentou o time piauiense pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Nordeste. Fora de casa, o Leão venceu por 3 a 2 e garantiu vantagem para o próximo sábado (1), quando o rubro-negro pega o adversário pelo jogo de volta, no Barradão. Para o treinador, a equipe se adaptou bem ao campo de jogo. [Leia mais...]

[Argel pede que Vitória tenha 'pé no chão' contra o River-PI: 'Não ganhamos nada']
Foto : Divulgação/ECV/Moysés Suzart

Por Matheus Simoni no dia 29 de Março de 2017 ⋅ 22:03

O técnico Argel Fucks comentou o desempenho do Vitória diante do River-PI nesta quarta-feira (29), quando o rubro-negro enfrentou o time piauiense pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Nordeste. Fora de casa, o Leão venceu por 3 a 2 e garantiu vantagem para o próximo sábado (1), quando o rubro-negro pega o adversário pelo jogo de volta, no Barradão. Para o treinador, a equipe se adaptou bem ao campo de jogo. 

"Fizemos uma boa partida, nos adaptamos ao gramado e à iluminação do estádio. O gramado não é bom para os dois lados e a iluminação não é boa para os dois lados. Conseguimos nos adaptar e não arranjar desculpa. No futebol, você tem que dançar conforme a música vai. Fizemos uma partida muito segura e muito boa. Poderia ter sido um placar mais elástico, agora temos que manter o pé no chão. Não ganhamos nada, é um jogo de 180 minutos. Jogamos os primeiros 90, vamos jogar o restante dos 90 dentro de nossa casa", disse Argel.
 
Pregando respeito ao time adversário, o técnico do Leão ressaltou o desempenho do time baiano. "O mais importante é respeitar o adversário e competir com ele. Foi o que a gente fez. A gente respeitou e competiu, sabendo que o adversário tinha qualidade, com bons jogadores. Tivemos que estar muito bem taticamente e tecnicamente, com volume de jogo muito grande para conseguir o resultado", declarou o treinador.

Argel ainda ironizou a possibilidade de poupar jogadores importantes da equipe. "Quando morrer, eles vão descansar bastante. Essa é a verdade. A gente procura preservar um ou outro jogador. A gente sabe que a gente tem um grupo, provamos isso hoje a força do grupo. Domingo passado, a gente jogou com um time diferente. Mas eu sempre passo para eles que com um time a gente ganha jogos, mas com um grupo a gente ganha títulos", afirmou o comandante da equipe.

Notícias relacionadas