Esportes

Guto Ferreira se esquiva sobre titulares no Ba-Vi: 'Vamos ter um time forte'

O técnico do Bahia, Guto Ferreira, comentou a possibilidade de escalar os principais jogadores do elenco contra o Vitória no domingo (9). Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (5), após o triunfo diante do Atlântico pelo Baianão, o comandante tricolor disse que terá um time com força no primeiro clássico do ano. \'Faz parte do planejamento o que estamos fazendo com A e com B. Pode ter certeza de que vamos ter um time forte no domingo\', disse o técnico. [Leia mais...]

[Guto Ferreira se esquiva sobre titulares no Ba-Vi: 'Vamos ter um time forte']
Foto : Divulgação/ECB/Felipe Oliveira

Por Matheus Simoni no dia 06 de Abril de 2017 ⋅ 00:10

O técnico do Bahia, Guto Ferreira, comentou a possibilidade de escalar os principais jogadores do elenco contra o Vitória no domingo (9). Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (5), após o triunfo diante do Atlântico pelo Baianão, o comandante tricolor disse que terá um time com força no primeiro clássico do ano. \'Faz parte do planejamento o que estamos fazendo com A e com B. Pode ter certeza de que vamos ter um time forte no domingo\', disse o técnico.

Guto se mostrou receoso com a participação do zagueiro Jackson no clássico. O defensor acabou substituído no intervalo do jogo, após sentir um trauma no joelho. \'O time de domingo será escalado uma hora antes do jogo. Mas o Jackson fazia um mês que não jogava. Ele tinha que mostrar que o ritmo dele estava bom e que ele estaria preparado para o jogo. Infelizmente aconteceu aquilo, já deixa a gente temeroso para o jogo. Vamos ver o que acontece até domingo\', declarou o treinador.

Questionado sobre a importância do desempenho do Bahia no período que antecede o início do Brasileirão, Guto Ferreira afirmou que o time ainda não atingiu os objetivos. \'Eu falo isso desde quando eu cheguei. Temos que estar mexendo sempre, retocando sempre e evoluindo sempre. Quando deixarmos isso de lado, entramos numa zona de conforto e começamos a cair. Nós nunca estamos 100% prontos. O grupo vem crescendo, vem fazendo bons jogos e resultados importantes. Mas não é nada que merece destaque. Ainda não atingimos os objetivos que a gente busca. Quando atingirmos, teremos chancelada uma situação positiva para entrar no Campeonato Brasileiro com moral\', afirmou.

Notícias relacionadas