Esportes

Técnico do Bahia diz que vai até Igreja do Bonfim acender vela para arbitragem baiana

O técnico do Bahia, Guto Ferreira, fez duras críticas à arbitragem baiana após a vitória do Bahia por 3 a 0 contra o Fluminense de Feira, por 3 a 0, neste domingo (16), no Baianão. O comandante tricolor reclamou da atuação de Jailson Macedo Freitas no útimo Ba-Vi, vencido pelo rival por 2 a 1, na Fonte Nova, e disse que iria até a Igreja de Nosso Senhor do Bonfim para pedir que a arbitragem parasse de anular gols do tricolor. [Leia mais...]

[Técnico do Bahia diz que vai até Igreja do Bonfim acender vela para arbitragem baiana]
Foto : Divulgação/ECB/Felipe Oliveira

Por Matheus Simoni no dia 16 de Abril de 2017 ⋅ 20:59

O técnico do Bahia, Guto Ferreira, fez duras críticas à arbitragem baiana após a vitória do Bahia por 3 a 0 contra o Fluminense de Feira, por 3 a 0, neste domingo (16), no Baianão. O comandante tricolor reclamou da atuação de Jailson Macedo Freitas no útimo Ba-Vi, vencido pelo rival por 2 a 1, na Fonte Nova, e disse que iria até a Igreja de Nosso Senhor do Bonfim para pedir que a arbitragem parasse de anular gols do tricolor.

\'Essa semana eu acho que vou lá no Senhor do Bonfim acender uma vela, fazer uma oração em prol da arbitragem para que eles deixem de anular gols legítimos do Bahia. Talvez tenha sido o quarto ou quinto gol mal-anulado da temporada. Tem que fazer três para valer dois e aí você sai de burro, retranqueiro, incompetente...\', disse Guto Ferreira, referindo-se também à atuação do árbitro Emerson Ricardo de Almeida Andrade no jogo deste domingo, em relação ao lance que originou a expulsão do meia Régis. \'O Régis apanha para caramba e nunca revida. Você ganha um jogo de 3 a 0, tendo mais um jogo pela frente, para quê ele iria agredir sozinho? É só ter um pouquinho de coerência. É o nível que a gente tem, ele errou de novo, como erraram no primeiro tempo, quando deveria ter sido 4 a 0. Essa é a arbitragem que estamos convivendo, vou elogiar quando tiver que elogiar\', destacou o treinador.

Sobre a atuação de Jailson Macedo Freitas, Guto destacou que nunca deixou de perceber que o árbitro era alvo de lances polêmicos em partidas que esteve presente. \'A expulsão do Tiago foi vergonhosa, era para cartão amarelo. Todo mundo aplaudiu o Seu Jailson. Eu acho que tive cinco ou seis jogos com o Jailson na minha carreira, em nenhum jogo, ganhando ou perdendo, não teve pelo menos um lance polêmico\', afirmou o treinador tricolor.

Notícias relacionadas