Esportes

Com proposta do exterior, Jorge Wagner decide futuro no Fluminense de Feira

Principal jogador da temporada 2017 do Fluminense de Feira de Santana, o meia Jorge Wagner comentou o desempenho da equipe após a eliminação para o Bahia na semifinal do Baianão. Neste domingo (22), o Esquadrão de Aço bateu o Touro do Sertão por 1 a 0 e avançou para a decisão. Em entrevista à Rádio Metrópole, Jorge Wagner ressaltou o nível de dificuldade do torneio e disse que a equipe sofreu com a arbitragem no jogo de volta da semifinal. [Leia mais...]

[Com proposta do exterior, Jorge Wagner decide futuro no Fluminense de Feira]
Foto : Reprodução/Facebook

Por Matheus Simoni no dia 22 de Abril de 2017 ⋅ 18:06

Principal jogador da temporada 2017 do Fluminense de Feira de Santana, o meia Jorge Wagner comentou o desempenho da equipe após a eliminação para o Bahia na semifinal do Baianão. Neste domingo (22), o Esquadrão de Aço bateu o Touro do Sertão por 1 a 0 e avançou para a decisão. Em entrevista à Rádio Metrópole, Jorge Wagner ressaltou o nível de dificuldade do torneio e disse que a equipe sofreu com a arbitragem no jogo de volta da semifinal.

'Mesmo com todas as dificuldades, a gente conseguiu realizar um bom campeonato. A gente conseguiu uma classificação antecipada para a semifinal, mas não conseguimos nosso objetivo de chegar à final e disputar o título. Não sou muito de falar de arbitragem e nem colocar desculpa em nossa eliminação, mas quem esteve aqui pode observar que fomos prejudicados, sem querer tirar os méritos da equipe do Bahia', disse o atleta.

Jorge Wagner também comentou a possibilidade de deixar a equipe de Feira de Santana e vestir outra camisa no segundo semestre. Com proposta do exterior, o jogador pode deixar o Flu após reunião com a diretoria nesta semana. 'É uma pergunta que muitos estavam fazendo nos próximos dias. É o momento de dar uma pausa, conversar com a família e decidir o que fazer no próximo semestre. No geral, não só no Fluminense. Estão aparecendo algumas situações no Brasil e no exterior. Ainda não estou decidido para o que pode acontecer no próximo semestre. O momento é de falar com a família e seja o que Deus quiser', afirmou o atleta feirense.

Notícias relacionadas