Esportes

FBF pede volta das torcidas visitantes em Ba-Vis durante audiência com MP-BA

Em audiência com membros do Ministério Público da Bahia (MP-BA), representantes da Federação Bahiana de Futebol (FBF) solicitaram o retorno das torcidas visitantes nos clássicos Ba-Vi válidos pela final do Baianão 2017, no dia 3 de maio, na Arena Fonte Nova, e no dia 7, no Barradão. [Leia mais...]

[FBF pede volta das torcidas visitantes em Ba-Vis durante audiência com MP-BA]
Foto : Ulisses Dumas / Ag: BAPRESS

Por Matheus Simoni no dia 26 de Abril de 2017 ⋅ 15:27

Em audiência com membros do Ministério Público da Bahia (MP-BA), representantes da Federação Bahiana de Futebol (FBF) solicitaram o retorno das torcidas visitantes nos clássicos Ba-Vi válidos pela final do Baianão 2017, no dia 3 de maio, na Arena Fonte Nova, e no dia 7, no Barradão. Estiveram no encontro o 3º Promotor de Justiça do Consumidor, Olímpio Campinho Junior, o presidente da FBF, Ednaldo Rodrigues, o vice-presidente Ricardo de Lima e o assessor jurídico Manfredo Lessa.

'A receptividade do promotor Olímpio Campinho foi muito boa. Essa audiência entre o Ministério Público e a Federação já havia sido marcada, antes mesmo da CBF determinar o cumprimento da recomendação feita por ele de torcida única. Na verdade eu ratifiquei uma solicitação que já havia feito ao promotor em audiência no dia 19 de abril. Pedi que ele avaliasse a possibilidade de aplicar a medida apenas nos BAVIs desta quinta-feira (27) e domingo (30) e liberar a presença do torcedor visitante nas duas partidas da final do Baianão', explicou o presidente da FBF, citando os Ba-Vis das semifinais da Copa do Nordeste.

Ainda segundo Rodrigues, o promotor ficou de avaliar o pedido e se manifestar na próxima semana. 'Ele recebeu bem nosso pedido, entendeu e ficou de avaliar em consideração aos torcedores de bem. Ele me confirmou que vai acompanhar de perto estes dois primeiros BAVIs, amanhã e domingo, e fará uma avaliação para nos dar uma resposta na segunda-feira (1º)', completou.

Notícias relacionadas