Esportes

\'Se quiserem guerra, vamos ter guerra\', diz treinador do Vitória sobre próximo Ba-Vi

O treinador Argel Fucks, do Vitória, se mostrou ansioso para o próximo clássico contra o Bahia neste domingo (30), após ter sido eliminado pelo rival tricolor na Fonte Nova pela Copa do Nordeste. O comandante rubro-negro ressaltou que o Ba-Vi era considerado um \'campeonato à parte\'.[Leia mais...]

[\'Se quiserem guerra, vamos ter guerra\', diz treinador do Vitória sobre próximo Ba-Vi]
Foto : Divulgação/ECV/Maurícia da Matta

Por Matheus Simoni no dia 30 de Abril de 2017 ⋅ 19:40

O treinador Argel Fucks, do Vitória, se mostrou ansioso para o próximo clássico contra o Bahia neste domingo (30), após ter sido eliminado pelo rival tricolor na Fonte Nova pela Copa do Nordeste. O comandante rubro-negro ressaltou que o Ba-Vi era considerado um \'campeonato à parte\'. \'Nós soubemos perder, perdemos uma e ganhamos duas. Não se fala isso, que é um campeonato à parte? Não é Copa do Nordeste, não é Campeonato Baiano, não é Campeonato Brasileiro, não interessa a competição\', disse o treinador.

Argel fez críticas ao volante Edson, do Bahia, que se envolveu em uma confusão com o treinador nos dois últimos jogos. Neste domingo, Argel chegou a brigar com o volante no túnel que dá acesso aos vestiários. O técnico também criticou o \'clima de guerra\' montado pelo Bahia após ter perdido o primeiro jogo.

\'Não precisava fazer esse clima de guerra. Mas se quiserem guerra, vamos ter guerra. Estou no futebol há 25 anos. Ganhamos os dois clássicos, ninguém no Bahia veio cumprimentar a gente. Eu tenho humildade, fui cumprimentar eles. Soubemos perder, o que aconteceu foi que o Edson começou a confusão. Antes do jogo ele entrou sem camisa dando chute nas portas dizendo que era guerra. Todo mundo estava nos respeitando, mas ele se acha mais macho que os outros. Ninguém tem medo deles. No dia que formos fazer alguma coisa, vamos bater na frente e não por trás. Ele xingou, agrediu o Renê e o Caíque e aí ninguém tem sangue de barata. A gente aqui tem homem e é profissional. A gente sabe respeitar o adversário\', declarou Argel, ressaltando que o Vitória não \'arruma desculpa quando perde\'. \'Eu venho aqui receber as críticas que precisam ser recebidas. A gente não arruma pelo em ovo ou chifre em cabeça de cavalo.\'

Notícias relacionadas