Esportes

Guto diz que Bahia está \'em crescimento\' e defende contratações para suprir desfalques

O técnico Guto Ferreira deu a primeira entrevista após o triunfo sobre o Vitória no domingo (30), pela Copa do Nordeste, na Arena Fonte Nova. Em conversa com o programa Bate Bola, na ESPN, nesta segunda-feira (1), o comandante tricolor comentou a necessidade de reforçar o elenco tricolor para a disputa do restante da temporada. [Leia mais...]

[Guto diz que Bahia está \'em crescimento\' e defende contratações para suprir desfalques]
Foto : Divulgação/ECB/Felipe Oliveira

Por Matheus Simoni no dia 01 de Maio de 2017 ⋅ 11:47

O técnico Guto Ferreira deu a primeira entrevista após o triunfo sobre o Vitória no domingo (30), pela Copa do Nordeste, na Arena Fonte Nova. Em conversa com o programa Bate Bola, na ESPN, nesta segunda-feira (1), o comandante tricolor comentou a necessidade de reforçar o elenco tricolor para a disputa do restante da temporada. No domingo, o Esquadrão de Aço não teve a presença dos centro-avantes Gustavo, suspenso pelo cartão vermelho, e Hernane, com lesão na tíbia.

\'Necessitamos sim de mais opções. Para essa partida fiquei sem dois centroavantes principais, tive que usar o Edigar Junio, que nunca tinha jogado os 90 minutos na competição. São situações que vão acontecendo. Esse tipo de situação vai ocorrer muito. Precisamos de um grupo forte, mas ele não se forma da noite para o dia. Há uma integração diante dos resultados para que venha alguém com o desempenho qualificado\', disse o treinador.

Guto também falou sobre a briga na saída do gramado envolvendo o técnico Argel Fucks, jogadores e membros das comissões técnicas dos dois times. Para o comandante tricolor, é a hora de se buscar uma \'postura civilizada\' entre os dois lados. \'Acho que se tivesse imagem de todas as situações, de todos os Ba-Vis, a gente poderia ter uma leitura mais correta, inclusive com esse resultado final. Não posso acusar A, B ou C. Não estava exatamente no momento do problema. Eu acho que cada um defende sua versão, mas o mais importante é respirar fundo, refletir sobre o ocorrido e procurar ter uma postura civilizada, de respeito dos dois lados. Isso é o que o esporte manda\', finalizou.

Notícias relacionadas