Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Esportes

Brasileiro Andrew Parsons é eleito presidente do Comitê Paralímpico Internacional

O Comitê Paralímpico Internacional tem um novo presidente. Trata-se do brasileiro Andrew Parsons, que substitui o britânico Philip Craven no cargo. [Leia mais...]

[Brasileiro Andrew Parsons é eleito presidente do Comitê Paralímpico Internacional]
Foto : Reprodução/ Twitter/ Andrew Parsons

Por Matheus Morais no dia 08 de Setembro de 2017 ⋅ 09:31

O Comitê Paralímpico Internacional tem um novo presidente. Trata-se do brasileiro Andrew Parsons, que substitui o britânico Philip Craven no cargo. Ele dirigiu a entidade por 16 anos. Parsons foi eleito na primeira rodada da votação, atingindo a maioria absoluta exigida de 82 votos com um total de 84. Em segundo lugar ficou a chinesa Haidi Zhang, com 47, terceiro foi o dinamarquês John Petersson, com 19, e último o canadense Patrick Jarvis, com 12.

O brasileiro ocupava o cargo de vice-presidente do IPC e até em maio deste ano era o presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro. Ele é o único dos quatro candidatos que não tem deficiência.

\"Depois de 20 anos trabalhando por este movimento, é assombroso ser escolhido presidente desta organização incrível, que percorreu um longo caminho diante de muitos problemas difíceis, mas que agora está mais forte que nunca\", disse Parsons, durante seu discurso, realizado durante a Assembleia Geral do Comitê Paralímpico Internacional, em Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos). O ex-nadador paralímpico neozelandês Duane Kale, superou por 81 a 79, o dinamarquês John Petersson e foi eleito para o cargo de vice-presidente.

Notícias relacionadas

[Flamengo é campeão brasileiro de 2020]
Esportes

Flamengo é campeão brasileiro de 2020

Por Matheus Simoni no dia 25 de Fevereiro de 2021 ⋅ 23:38 em Esportes

Time carioca disputou até o último minuto com o Internacional, que ficou distante do título por apenas um gol