Domingo, 20 de junho de 2021

Esportes

Ministério Público pede afastamento de Eurico Miranda da presidência do Vasco

O presidente do Vasco da Gama, Eurico Miranda, pode deixar o cargo. Tudo porque o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro pediu seu afastamento da presidência do clube, sob acusação de acobertar torcidas organizadas que promovem a violência nos estádios. [Leia mais...]

Ministério Público pede afastamento de Eurico Miranda da presidência do Vasco

Foto: Divulgação/ Vasco da Gama

Por: Matheus Morais no dia 14 de setembro de 2017 às 11:21

O presidente do Vasco da Gama, Eurico Miranda, pode deixar o cargo. Tudo porque o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro pediu seu afastamento da presidência do clube, sob acusação de acobertar torcidas organizadas que promovem a violência nos estádios. Na ação civil pública, os promotores afirmam que o Vasco da Gama descumpre artigos do Estatuto do Torcedor, sobre a prevenção da violência nos esportes. Além do afastamento de Eurico, o MP também pede o desligamento dos vice-presidentes e da diretoria do Vasco, além de multa de R$ 500 mil. O Ministério Público baseou-se em relatórios do Grupamento Especial de Estádios da PM, sobre a confusão no fim do jogo entre Flamengo e Vasco, no dia 8 de julho, em São Januário.

Segundo o Ministério Público, a insegurança durante jogos é estimulada pela prática do clube em apoiar e incentivar a torcida organizada força jovem, atualmente punida com ordem de afastamento de qualquer arena esportiva por conta de episódios de violência.

Ministério Público pede afastamento de Eurico Miranda da presidência do Vasco - Metro 1