Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Sexta-feira, 01 de março de 2024

Esportes

Ministério Público pede afastamento de Eurico Miranda da presidência do Vasco

O presidente do Vasco da Gama, Eurico Miranda, pode deixar o cargo. Tudo porque o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro pediu seu afastamento da presidência do clube, sob acusação de acobertar torcidas organizadas que promovem a violência nos estádios. [Leia mais...]

Ministério Público pede afastamento de Eurico Miranda da presidência do Vasco

Foto: Divulgação/ Vasco da Gama

Por: Matheus Morais no dia 14 de setembro de 2017 às 11:21

Atualizado: no dia 14 de setembro de 2017 às 11:43

O presidente do Vasco da Gama, Eurico Miranda, pode deixar o cargo. Tudo porque o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro pediu seu afastamento da presidência do clube, sob acusação de acobertar torcidas organizadas que promovem a violência nos estádios. Na ação civil pública, os promotores afirmam que o Vasco da Gama descumpre artigos do Estatuto do Torcedor, sobre a prevenção da violência nos esportes. Além do afastamento de Eurico, o MP também pede o desligamento dos vice-presidentes e da diretoria do Vasco, além de multa de R$ 500 mil. O Ministério Público baseou-se em relatórios do Grupamento Especial de Estádios da PM, sobre a confusão no fim do jogo entre Flamengo e Vasco, no dia 8 de julho, em São Januário.

Segundo o Ministério Público, a insegurança durante jogos é estimulada pela prática do clube em apoiar e incentivar a torcida organizada força jovem, atualmente punida com ordem de afastamento de qualquer arena esportiva por conta de episódios de violência.