Esportes

Ivã de Almeida pede para ir ao Ba-Vi, mas presidente do Conselho veta

Licenciado do cargo desde julho, o presidente do Vitória, Ivã de Almeida, chegou a pedir para ir ao jogo contra o Bahia, no próximo domingo (22), na Arena Fonte Nova, juntamente com o restante da delegação rubro-negra. No entanto, o pedido foi negado pelo presidente do Conselho Deliberativo do Leão, Paulo Catharino.[Leia mais...]

[Ivã de Almeida pede para ir ao Ba-Vi, mas presidente do Conselho veta]
Foto : Divulgação/ECV/Maurícia da Matta

Por Matheus Simoni no dia 20 de Outubro de 2017 ⋅ 19:55

Licenciado do cargo desde julho, o presidente do Vitória, Ivã de Almeida, chegou a pedir para ir ao clássico Ba-Vi, no próximo domingo (22), na Arena Fonte Nova, juntamente com o restante da delegação rubro-negra. No entanto, o pedido foi negado pelo presidente do Conselho Deliberativo do Leão, Paulo Catharino.

Em mensagem direcionada a Ivã que acabou circulando nas redes sociais, Catharino critica a decisão de Ivã e afirma que não é o momento dele integrar o grupo que pretende ir ao jogo. "Acho, sinceramente, que não é a posição mais correta neste momento. Temos que ficar mais resguardados e aparecer no momento certo que DEFINITIVAMENTE não é domingo. Ainda mais em um jogo restrito", escreveu o presidente do Conselho do Leão. Catharino ressaltou que não seria "justificável" a presença de Ivã na Fonte Nova, já que ele está licenciado do cargo e que só a diretoria em exercício do clube marcará presença no palco do jogo.

Ivã de Almeida abandonou o clube no dia 19 de julho e, desde então, a presidência do Vitória está a cargo de Agenor Gordilho. Na última quarta-feira (18), Ivã renovou a licença do clube por mais 90 dias, alegando questões "de ordem pessoal".

Notícias relacionadas