Esportes

Após fala racista, Renê Júnior diz não ter mágoas de Tréllez

O volante do Bahia Renê Júnior se pronunciou após a denúncia de racismo contra o atacante colombiano do Vitória, Santiago Tréllez, na partida realizada neste domingo (22), entre as duas equipes, na Arena Fonte Nova. Em entrevista coletiva, o atleta tricolor confirmou que foi chamado de "macaco" pelo arquirrival. [Leia mais...]

[Após fala racista, Renê Júnior diz não ter mágoas de Tréllez]
Foto : Divulgação/ECB/Marcelo Malaquias

Por Matheus Simoni no dia 22 de Outubro de 2017 ⋅ 19:08

O volante do Bahia Renê Júnior se pronunciou após a denúncia de racismo contra o atacante colombiano do Vitória, Santiago Tréllez, na partida realizada neste domingo (22), entre as duas equipes, na Arena Fonte Nova. Em entrevista coletiva, o atleta tricolor confirmou que foi chamado de "macaco" pelo arquirrival.

No entanto, ele destacou que o próprio Tréllez tentou pedir desculpas sobre o ocorrido. "Sou maior do que isso aí. Tenho muito orgulho da minha raça e de onde eu vim. Não é qualquer palavra proferida à mim que vai me botar para baixo. É difícil ser chamado de macaco dentro do seu país. Se não me engano, no estado da Bahia a maioria da população é negra. No país dele, a maioria da população é negra também. Ele sabe o que ele falou. Não tenho mágoa de ninguém. Infelizmente isso acontece. Tive a oportunidade de falar com o Aranha, que também passou por isso. Hoje eu senti o que ele sofreu. Não tenho que me promover em cima disso, prefiro falar das coisas aqui do Bahia", disse o goleiro.

Notícias relacionadas