Esportes

Borrachinha nocauteia Hendricks no UFC 217 em Nova York e desafia Derek Brunson: "Quero te enfrentar"

Em embate com o americano Johny Hendricks, o brasileiro Paulo "Borrachinha" venceu por nocaute técnico no segundo round na primeira luta do card principal do UFC Nova York. No primeiro round, Borrachinha tomou conta do octógono e acertou mais golpes, pressionando o adversário na grade. Já no segundo assalto, o brasileiro acertou uma sequência de socos e conseguiu o nocaute técnico. [Leia mais...]

[Borrachinha nocauteia Hendricks no UFC 217 em Nova York e desafia Derek Brunson:
Foto : Getty images

Por Paloma Morais no dia 05 de Novembro de 2017 ⋅ 08:46

Em embate com o americano Johny Hendricks, o brasileiro Paulo "Borrachinha" venceu por nocaute técnico no segundo round na primeira luta do card principal do UFC Nova York. No primeiro round, Borrachinha tomou conta do octógono e acertou mais golpes, pressionando o adversário na grade. Já no segundo assalto, o brasileiro acertou uma sequência de socos e conseguiu o nocaute técnico.

Ao Metro1, direto de Nova York, Borrachinha já havia contado que iria buscar nocautear o adversário logo no início da luta. "Eu vou fazer o que a gente estava treinando muito aí em Salvador e em Belo Horizonte. Acredito que será uma luta rápida, vou pressionar ele [Johny Hendricks] desde o início do round, buscando sempre o nocaute, impondo a minha estratégia, que é fazer ele andar para trás e impor um ritmo forte. Pressionar ele o tempo todo com golpes fortes, tanto chutes quanto socos e buscar sempre finalizar a luta desde o início do round", disse. 

Esta foi a 11ª vitória de 11 lutas de Borrachinha no MMA. São 10 vitórias por nocaute e uma por finalização, com nenhum dos combates passando do terceiro round. Já no UFC, foram três vitórias desde a estreia em março deste ano. Já o americano, que foi campeão dos meio-médios do Ultimate, está em uma péssima fase e contabiliza cinco derrotas nas últimas seis lutas.

Ao final da luta, Borracinha, com humildade, agradeceu o americano pelo embate e desafiou o estadunidense Derek Brunson. "Em primeiro lugar, estou muito feliz de estar aqui, na maior sede de artes marciais do mundo. Obrigado, Johny Hendricks. É um cara com um coração grande e aceitou a luta comigo. Estou muito agradecido por ele! Estou aqui para mostrar quem eu sou. No Brasil, temos muitas lendas no esporte, mas quero ser a próxima lenda no UFC. Ele é um cara durão, foi um campeão, então tem muita experiência. Não é fácil vencer Johny Hendricks. Obrigado, Brasil! Vocês têm um epresentante forte aqui! Derek Brunson, quero te enfrentar", disse. Já o Brunson, utilizou o Twitter para menosprezar o pedido do brasileiro. "Não fiquei nem um pouco impressionado. Lento e falastrão. Faça mais lutas antes. Não estou interessado”, disse o lutador, que venceu Lyoto Machida no UFC São Paulo no último fim de semana.

 

Notícias relacionadas