Esportes

Cobiçado, Zé Rafael diz manter \"pé no chão\" e foco na Libertadores

O meia Zé Rafael, do Bahia, deu entrevista ao blog do jornalista Jorge Nicola, do canal a cabo ESPN e do portal Yahoo, e comentou o status de jogador \"mais disputado do país\" — dado pelo próprio repórter. [Leia mais...]

[Cobiçado, Zé Rafael diz manter \
Foto : Marcelo Malaquias/EC Bahia/Divulgação

Por Felipe Paranhos no dia 16 de Novembro de 2017 ⋅ 09:19

O meia Zé Rafael, do Bahia, deu entrevista ao blog do jornalista Jorge Nicola, do portal Yahoo, e comentou o status de jogador \"mais disputado do país\" — dado pelo próprio Nicola, que também é repórter e comentarista do canal ESPN.

\"Acho que é gratificante esse reconhecimento do trabalho, mas tenho que continuar trabalhando com os pés no chão, porque ainda não passam de especulações\", declarou o meia.

O jogador tem contrato com o Bahia até o fim de 2020, mas isso, evidentemente, não impede uma eventual venda. \"A extensão do contrato foi uma ideia do Bahia para valorizar um pouco do trabalho que estava sendo feito aqui. A diretoria fez isso até para dar uma esfriada nas especulações, que estavam muito fortes. Mas não impede que uma venda seja feita no futuro, desde que fique bom para todas as partes\", falou.

Zé Rafael também falou sobre a luta por uma vaga para o Bahia na Libertadores. \"Precisamos fazer nove dos 12 pontos que disputaremos. E a primeira decisão é nessa quinta-feira, contra o Santos, em casa. Se a gente conseguir mais um triunfo, vai dar um passo importante para entrar na briga de vez. E também estamos torcendo para o Grêmio ganhar a Libertadores e o Flamengo ficar com a Sul-Americana\", disse.

Décimo colocado no Campeonato Brasileiro, o Bahia torce pelos títulos do Flamengo — sétimo —, na Sul-Americana, e do Grêmio — na própria Libertadores —, para ampliar as chances de uma vaga no torneio continental. Se o rubro-negro carioca e o tricolor gaúcho forem campeões, o Brasileiro passa a classificar até o nono colocado para a Libertadores.

Notícias relacionadas