Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Esportes

Rhayner deixa ʹpreguiçaʹ de lado e comemora retorno ao Vitória após cirurgia

Depois de 27 dias de molho por conta de uma cirurgia no joelho esquerdo, o meia-atacante do Vitória Rhayner comemorou o retorno aos gramados no triunfo por 3 a 1 no Barradão diante do Globo-RN, pela Copa do Nordeste. O rubro-negro entrou no segundo tempo no lugar do volante Rodrigo Andrade e ajudou a equipe a garantir o resultado que deixou o Leão na liderança do Grupo B. [Leia mais...]

[Rhayner deixa ʹpreguiçaʹ de lado e comemora retorno ao Vitória após cirurgia]
Foto : Divulgação/ECV/Maurícia da Matta

Por Matheus Simoni no dia 28 de Março de 2018 ⋅ 00:16

Depois de 27 dias de molho por conta de uma cirurgia no joelho esquerdo, o meia-atacante do Vitória Rhayner comemorou o retorno aos gramados no triunfo por 3 a 1 no Barradão diante do Globo-RN, pela Copa do Nordeste. O rubro-negro entrou no segundo tempo no lugar do volante Rodrigo Andrade e ajudou a equipe a garantir o resultado que deixou o Leão na liderança do Grupo B.

Em entrevista à Rádio Metrópole, o atleta falou do tempo que ficou de fora e enalteceu o departamento médico do clube. \"Tem que agradecer à fisioterapia e à fisiologia, com o dia a dia e minha família em casa me dando força. Eu sempre brinco com meus companheiros que sempre fui meio preguiçoso para muita coisa, menos para estar dentro de campo. Eu sabia o quanto era importante o meu retorno. Larguei minha preguiça de lado e fui dedicado. Estava aqui todo dia, de manhã e de tarde. Muitas vezes o pessoal da fisioterapia pedia para eu folgar pela tarde, mas eu vinha para cá e ficava fortalecendo na academia. Foi uma dedicação que, só em estar em campo hoje e não sentir dor é uma alegria muito grande\", declarou o jogador.

Ele ainda falou do posicionamento adotado logo que ele entrou em campo. Rhayner atuou como segundo volante, surgindo de trás e ajudando na marcação. \"Eu estava jogando pelas beiradas. Apesar de ter começado a Série B pelo Vitória de um jeito magnífico e jogando bem, ele me atrasou um pouco para jogar com Pedro Ken no meio campo como segundo e terceiro volante. Tive a felicidade de ir muito bem. Hoje ele pediu que eu pudesse fazer isso no começo do segundo tempo, quando Rodrigo [Andrade] saiu. Me sinto confortável ali jogando, só que eu falo para ele que eu só não fico ʹvou, não vouʹ porque eu sou pequeno\", brincou.

Notícias relacionadas