Esportes

STJD mantém punição ao Vitória e tira zagueiro de decisão do Baianão

O Vitória foi derrotado no julgamento ocorrido na tarde de hoje no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro. O rubro-negro havia recorrido contra a punição de oito jogos contra os atletas que haviam sido expulsos no primeiro clássico Ba-Vi do ano, que teve nove cartões vermelhos. O clube teve a multa de R$ 100 mil mantida por provocar o encerramento do jogo com as expulsões. [Leia mais...]

[STJD mantém punição ao Vitória e tira zagueiro de decisão do Baianão]
Foto : Divulgação/ECV/Maurícia da Matta

Por Matheus Simoni no dia 06 de Abril de 2018 ⋅ 16:17

O Vitória foi derrotado no julgamento ocorrido na tarde de hoje (6) no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro. O rubro-negro havia recorrido contra a punição de oito jogos contra os atletas que haviam sido expulsos no primeiro clássico Ba-Vi do ano, que teve nove cartões vermelhos. O clube teve a multa de R$ 100 mil mantida por provocar o encerramento do jogo com as expulsões. O técnico Vagner Mancini continuou com a punição de cinco jogos.

O STJD decidiu ainda pela manutenção das penas contra os atletas Yago, Denilson e Rhayner, punidos com oito jogos. Já o zagueiro Kanu, suspenso inicialmente por 90 dias, teve a pena revertida em oito jogos.

Quinto atleta expulso no Ba-Vi, Bruno Bispo pegou um jogo de suspensão, que já foi cumprido. Já o zagueiro Ramon, que não recebeu cartão vermelho no duelo, teve decretado um jogo de suspensão do tribunal e estará fora do clássico decisivo deste domingo (8), no Barradão.

No lado do Bahia, o STJD manteve as punições contra o volante Edson e os zagueiros Lucas Fonseca e Rodrigo Becão. Fonseca havia sido punido com um jogo de suspensão e está liberado para jogar o clássico. Os outros dois continuam fora do jogo de domingo.

Notícias relacionadas