Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Quarta-feira, 27 de março de 2024

Esportes

Com 2ª expulsão mais rápida da história, Colômbia perde do Japão por 2 a 1

O volante Carlos Sánchez recebeu o cartão vermelho após tocar a bola com a mão para evitar um gol da equipe adversária

Com 2ª expulsão mais rápida da história, Colômbia perde do Japão por 2 a 1

Foto: Divulgação/Fifa/Getty Images

Por: Evilásio Júnior no dia 19 de junho de 2018 às 10:53

Com um jogador a menos desde os 3 minutos do primeiro tempo, a Colômbia não conseguiu resistir ao ímpeto do Japão e perdeu por 2 a 1, na estreia do Grupo H da Copa do Mundo da Rússia, na manhã de hoje (19), em Saransk.

O volante Cárlos Sanchez recebeu o cartão vermelho após tocar a bola com a mão para evitar um gol da equipe adversária. A expulsão foi a segunda mais rápida da história do torneio, atrás apenas do uruguaio José Alberto Batista, que foi retirado aos 54 segundos do duelo contra a Escócia, no México, em 1986. Na cobrança do pênalti, aos 5 minutos, o meia Kagawa converteu em estilo clássico, ao mandar a pelota para um lado e o goleiro Ospina para o outro.

A igualdade no marcador veio ainda na primeira etapa, com Quintero. O substituto do astro James Rodríguez – que se recupera de uma lesão e só entrou aos 13 da etapa final – cobrou falta rasteira, no cantinho esquerdo do arqueiro Kawashima, que errou o tempo do lance, entrou com bola e tudo, mas ainda reclamou de um suposto erro de arbitragem – descartado em função do chip instalado na redonda.

Apesar de um segundo tempo movimentado, com chances de lado a lado, sobretudo do time amarelo, a equipe do Sol Nascente aproveitou a superioridade numérica para dar números finais ao placar, aos 27 minutos, com o atacante Osako, que, depois da cobrança de escanteio de Honda pela esquerda, subiu mais que a defesa e cumprimentou as redes latinas.

Os asiáticos vão se deparar agora com o Senegal, no domingo (24), ao meio-dia, em Ecaterimburgo. Já o próximo confronto dos sulamericanos será contra a Polônia, na mesma data, às 3h da tarde, na Arena Kazan.