Esportes

Carpegiani explica derrota e promete 'repensar' time do Vitória

"Foi um jogo de muita volúpia, um jogo em que nossa equipe foi ingênua, o que é normal para a idade dos atletas", disse o treinador

[Carpegiani explica derrota e promete 'repensar' time do Vitória]
Foto : Divulgação/ECV/Maurícia da Matta

Por Matheus Simoni no dia 23 de Setembro de 2018 ⋅ 21:03

O técnico Paulo Cézar Carpegiani procurou respostas para falar da derrota do Vitória por 4 a 3 na noite de hoje (23), no Barradão, pela Série A. O time saiu na frente com um gol relâmpago, mas acabou derrotado de forma humilhante mais uma vez. Para o treinador, a ingenuidade da equipe prejudicou o rubro-negro.

"Foi um jogo de muita volúpia, um jogo em que nossa equipe foi ingênua, o que é normal para a idade dos atletas. Isso acaba descaracterizando e a gente acaba pagando preços num setor onde sempre tivemos um setor bem postado. A parte ofensiva, como um todo, não gosto de falar de nomes, mas pagamos um preço alto hoje devida essa exigência. A equipe foi, de um todo, muito apressada", declarou o comandante do Leão da Barra.

Questionado sobre a permanência do meia-atacante Neilton, que mais uma vez foi vaiado pelos torcedores rubro-negros no Barradão, Carpegiani defendeu o jogador e disse que acredita no poder de decisão do camisa 10.

"Eu sou partidário de que tem aquele jogador que pode ser decisivo e em termos de organização. Quando as coisas não funcionam e alguma coisa o prejudica, eu vou tentando colocar cada um em sua posição e tenho que ajustar. Tenho que repensar a equipe. Gosto de equipes segurar, que controlem o jogo. Se não tenho isso, tenho que repensar a equipe coletivamente", afirmou. 
 

Notícias relacionadas