Esportes

Presidente da Fifa favoreceu Manchester City e PSG, aponta Football Leaks

Na época, Gianni Infantino era secretário geral da UEFA

[Presidente da Fifa favoreceu Manchester City e PSG, aponta Football Leaks]
Foto : Reprodução/Arquivo/Getty Images

Por Marina Hortélio no dia 02 de Novembro de 2018 ⋅ 20:00

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, trabalhou para acobertar infrações ao Fair Play Financeiro cometidos pelos clubes Manchester City (ING) e Paris Saint-Germain (FRA), apontam documentos obtidos pelo site Football Leaks e publicados pelo diário alemão Der Spiegel. Na época, o suíço era secretário geral da UEFA.

O Fair Play financeiro é uma regra criada pela UEFA, responsável pela Liga dos Campeões, para evitar que os times gastem no futebol mais do que conseguem arrecadar.

Segundo o Football Leaks, Infantino agiu para esvaziar o trabalho do CFCB (Departamento de Controle Financeiro dos Clubes, na sigla em inglês), que é responsável por analisar os dados financeiros das equipes e apurar se o Fair Play Financeiro foi desrespeitado.

Infantino ainda é acusado pela publicação alemã de comprometer seriamente o poder de investigação do Comitê de Ética, atenuar relatórios sobre corrupção, abafar investigações e se cercar apenas de pessoas dispostas a seguir 100% as ordens do cartola.

Notícias relacionadas