Esportes

Fifa confirma banimento de ex-presidente da CBF

Dirigente é alvo de investigações do FBI em 2015, suspeito de envolvimento em esquemas de corrupção

[Fifa confirma banimento de ex-presidente da CBF]
Foto : Lucas Figueiredo/CBF

Por Matheus Simoni no dia 27 de Maio de 2019 ⋅ 12:05

A Fifa anunciou hoje (27) que decidu, através do Comitê de Apelação da entidade, confirmar o banimento de Marco Polo del Nero, ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), de atividades ligadas ao futebol. O dirigente brasileiro também foi multado em 1 milhão de francos suíços (cerca de R$ 4 milhões). A punição, que havia sido imposta há mais de um ano, estava sob revisão após recurso da defesa do brasileiro.

Del Nero recebeu a mesma punição de seu antecessor, José Maria Marín, que deixou o cargo em 2014, após a eleição de Marco Polo. O dirigente é alvo de investigações do FBI em 2015, suspeito de envolvimento em esquemas de corrupção - e desde então não deixou mais o Brasil, onde não é acusado de nenhum crime.

A Fifa tomou como base para banir Del Nero a série de documentos produzidos pela investigação americana - além de depoimentos de J. Hawilla, Alejandro Burzaco e Eladio Rodrigues. O primeiro é dono da Traffic, empresa de marketing esportivo que subornava dirigentes para obter contratos . Os outros dois eram diretores da Torneos, agência argentina que operava da mesma forma.

Notícias relacionadas