Esportes

'Seleção está acima de todos', diz Tite sobre caso Neymar

Questionado sobre o tema, o treinador declarou ter a real dimensão do problema e disse que não irá julgar os fatos

['Seleção está acima de todos', diz Tite sobre caso Neymar]
Foto : Lucas Figueiredo/CBF

Por Matheus Simoni no dia 03 de Junho de 2019 ⋅ 11:36

O técnico Tite convocou uma entrevista coletiva hoje (3) para se manifestar a respeito da denúncia envolvendo o jogador Neymar, camisa 10 da seleção brasileira e do PSG, que foi acusado de estuprar uma jovem em Paris. O atleta se manifestou no final de semana e disse ter sido alvo de extorsão. Questionado sobre o tema, o treinador declarou ter a real dimensão do problema e disse que não irá julgar os fatos.

"Primeiro, eu sei da importância do assunto, tenho a real dimensão. E sei também que é um assunto pessoal, e tem um tempo para que as pessoas possam julgar os fatos. Eu não vou me permitir a julgar os fatos. O que eu posso passar é que são três anos que tenho de convívio com o Neymar, e os assuntos pessoais que tratamos foram leais e verdadeiros", declarou Tite.

Ainda de acordo com o comandante da seleção, o técnico falou sobre o pensamento dos jogadores em relação à denúncia. "(Cabeça dele) fica nessa releção que sempre tive com ele. Seleção está acima de todos nós, e dando o nosso melhor, estaremos contribuindo. O senso de equipe está acima de nós todos", afirmou, resssaltando que o foco do elenco está no amistoso contra o Catar, que serve de preparação para a Copa América, que começa já neste mês. 

O coordenador técnico da seleção, Edu Gaspar, disse ainda que o objetivo é correr para esclarecer o caso logo para que o jogador tenha foco na competição. "Devido a importância do caso, primeira coisa que fiz foi buscar uma assessoria jurídica. No sábado de manhã, recebemos um delegado, passamos informações. A ideia central de ter a assessoria, por eu não entender os processos que devo cumprir, e deixar a assessoria jurídica ao atleta, para a CBF, e centralizar as informações. A partir daí, tentar resolver o caso o mais rápido possível. A ideia seria a assessoria estar aqui para resolver o caso o mais rápido possível, para que o atleta esteja com a cabeça tranquila para a Copa América", disse.
 

Notícias relacionadas